08:59 25 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Tropas líbias em combate com militantes do Daesh em Sirte

    Forças líbias encurralam militantes do Daesh na 'batalha final' por Sirte

    © REUTERS / Goran Tomasevic
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 21

    Forças pró-governamentais da Líbia encurralaram jihadistas do Daesh (autodenominado Estado Islâmico) nos últimos redutos do grupo terrorista na cidade costeira de Sirte, depois de intensos combates que deixaram dezenas de mortos e feridos.

    A batalha pelo reduto norte-africano do Daesh foi lançada mais de três meses atrás por forças leais ao Governo de Acordo Nacional (GNA), reconhecido internacionalmente e baseado na cidade de Trípoli.

    As forças leais ao governo têm sido apoiadas por ataques aéreos norte-americanos há quase um mês, devido a preocupações internacionais sobre a influência crescente dos jihadistas.

    O Daesh começou a ocupar a cidade natal do ex-líder líbio Muammar Kaddhafi em meados de 2015, criando temores de que os militantes do grupo pudessem começar a usar o país como um trampolim para ataques na Europa.

    Forças pró-GNA disseram nesta segunda-feira que tinham cercado os jihadistas em uma área de menos de dois quilômetros quadrados em Sirte, depois de conduzirem uma ofensiva no dia anterior sobre os dois últimos distritos da cidade controlados pelo Daesh.

    Pelo menos 38 combatentes pró-GNA foram mortos e 185 ficaram feridos desde o início, no domingo (28), da "batalha final" para retomar a totalidade de Sirte, segundo informou o hospital das forças legalistas na cidade vizinha de Misrata.

    Mais:

    Tropas líbias avançam em combates ferozes contra o Daesh em Sirte
    Tropas líbias capturam quartel-general do Daesh em Sirte
    'Começou a última batalha em Sirte': Líbia desaloja Daesh
    Tags:
    cerco, batalha final, Governo de Acordo Nacional, GNA, Estado Islâmico, Daesh, EUA, Misrata, Trípoli, Líbia, Sirte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik