00:50 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    A cidade de Ramadi tornou-se em uma cidade-fantasma após controle de terroristas e combates

    Cidade iraquiana livre do Daesh vira fantasma (FOTOS)

    © Ruptly . Nazek Muhammed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Devastando as sedes do Daesh (65)
    907
    Nos siga no

    Cidadãos iraquianos que recentemente conseguiram voltar para suas casas na cidade de Ramadi enfrentam uma triste realidade – só restam ruinas.

    Eles deixaram suas casas em 2015 após os terroristas do grupo Daesh (proibido na Rússia) terem tomado controle da cidade, capital da província de Anbar. A operação militar para liberar Ramadi começou em dezembro do mesmo ano, com o exército garantindo evacuação segura de civis antes de iniciar os ataques.

    • Ramadi - cidade iraquiana já livre de terroristas
      Ramadi - cidade iraquiana já livre de terroristas
      © Sputnik / Nazek Muhammed
    • Autoridades fazem todo o possível para restaurar rapidamente a cidade de Ramadi
      Autoridades fazem todo o possível para restaurar rapidamente a cidade de Ramadi
      © Sputnik / Nazek Muhammed
    • Ruínas são o que resta da cidade iraquiana de Ramadi
      Ruínas são o que resta da cidade iraquiana de Ramadi
      © Sputnik / Nazek Muhammed
    • 80% da cidade de Ramadi foi destruída por terroristas
      80% da cidade de Ramadi foi destruída por terroristas
      © Sputnik / Nazek Muhammed
    • A cidade de Ramadi após libertação
      A cidade de Ramadi após libertação
      © Sputnik / Nazek Muhammed
    1 / 5
    © Sputnik / Nazek Muhammed
    Ramadi - cidade iraquiana já livre de terroristas

    A agência Sputnik divulga fotos que mostram o estado atual da cidade, que de fato se tornou em uma cidade-fantasma. As rodovias, que antes estavam cheias de carros, agora estão cheias de pedras e fragmentos de edifícios destruídos. Há restos de tanques queimados e outras peças de material militar.

    Um dos habitantes locais que retornou à cidade de um campo para refugiados, Abu Samer, disse à Sputnik Árabe que diariamente pessoas, civis e policiais, morrem na cidade por as casas e ruas estarem minadas.

    "Quarenta e três mil famílias retornaram à cidade de Ramadi após longa estadia em campos de Bagdá, Kirkuk e Hilla. Toda a parte norte de Ramadi foi minada por militantes do Daesh e até agora as minas ainda não foram desativadas. Já mais de 150 pessoas morreram em explosões de minas na cidade", contou.

    Rajeh al-Issawi, chefe do Comitê de Segurança da província de Anbar, informou a Sputnik que atualmente as empresas de serviços municipalizados trabalham 24 horas por dia para garantir o restabelecimento completo da prestação de serviços aos cidadãos. Ele notou também que 80% da cidade foram destruídos durante a insurgência de jihadistas.

    Tema:
    Devastando as sedes do Daesh (65)
    Tags:
    operação, exército, Daesh, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar