06:31 04 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    28413
    Nos siga no

    O Irã apresentou oficialmente neste domingo (21) o novo complexo móvel antiaéreo de sua própria produção, o Bavar 373 (Símbolo de Fé 373), informou a agência Mehr.

    O complexo é equipado com estação de radar com antena em fase, parecida com a estação de radar russa 96L6. O complexo pode detectar alvos aerodinâmicos e mísseis balísticos a médias e grandes distâncias. 

    A apresentação do sistema teve lugar durante uma feira na sede da Organização de Indústria Aeroespacial do Ministério da Defesa do Irã e foi destacada pela presença do presidente do país Hassan Rouhani e do ministro da Defesa Hosein Dehghan.    

    O presidente do Irã Hassan Rouhani (terceiro à esquerda) e o ministro da Defesa Hossein Dehghan (segundo à esquerda) perto do sistema de mísseis Bavar 373 em Teerã, Irã, 21 de agosto de 2016
    © REUTERS / President.ir
    O presidente do Irã Hassan Rouhani (terceiro à esquerda) e o ministro da Defesa Hossein Dehghan (segundo à esquerda) perto do sistema de mísseis Bavar 373 em Teerã, Irã, 21 de agosto de 2016
    Especialistas também informaram sobre o processo de criação do primeiro motor turboreativo iraniano, assim como caças, aviões de transporte, helicópteros e drones.

    Os militares iranianos haviam anunciado em fevereiro de 2010 o início de criação do seu próprio complexo antiaéreo, que alegadamente tem caraterísticas semelhantes às dos mísseis S-300 russos.

    Em 20 de agosto o ministro da Defesa do Irã Hosein Dehghan informou que Teerã já recebeu a maior parte dos S-300 russos encomendados e está a espera de fornecimento da parte restante dentro de um mês. 

    Os S-300, análogos aos mísseis norte-americanos Patriot, têm alcance de até 200 quilômetros, o que permitirá ao Irã contar em breve com um escudo antimísseis considerado invulnerável.

    O contrato de fornecimento de sistemas S-300 ao Irã foi assinado em 2007. Porém, a sua execução foi suspensa por causa da Resolução 1929, aprovada em 9 de 2010 pelo Conselho de Segurança da ONU e que proibiu a entrega ao Irã de armamentos modernos, inclusive mísseis e sistemas de mísseis. Mais tarde, devido ao progresso nas negociações sobre o programa nuclear iraniano, a proibição foi levantada, tendo o contrato entrado novamente em vigor em novembro do ano passado.

    Tags:
    Rússia, Irã, S-300, sistema antiaéreo, exército
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar