22:46 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3201
    Nos siga no

    Saiba como Síria, apesar da guerra, consegue desenvolver agricultura e exportar para a Rússia.

    O ministro da Agricultura da Síria Ahmed Al-Qaderi disse em entrevista exclusiva à Sputnik que o setor agrícola no país se tornou um dos prioritários para o governo.

    As autoridades sírias, mesmo após cinco anos de guerra, não param de apoiar o setor da agricultura no país ampliando as capacidades técnicas e geográficas para a produção agrícola nacional.

    De acordo com Al-Qaderi, na Sìria, apesar da crise, foi desenvolvido um programa especial de empréstimos a um juro bonificado para agricultores.

    Ahmed Al-Qaderi, ministro da Agricultura da Síria (à esquerda)
    © Sputnik / Fedaa Shahin
    Ahmed Al-Qaderi, ministro da Agricultura da Síria (à esquerda)

    "Todos os passos tomados por nós contribuíram para o renascimento da agricultura da Síria e depois disso o país alcançou o nível de autossuficiência e, em algumas áreas, o excesso de mercadorias que até é exportado", explicou o ministro.

    Ao mesmo tempo, os terroristas na Síria não deixaram o setor agrícola sem atenção. Sabendo sobre a grande dependência do país da produção interna de produtos alimentícios, os jihadistas destruíram institutos de ciência agrárias e equipamentos, minaram campos de cultivo e mataram gado. Até as florestas no norte da Síria, nas províncias de Aleppo e Latakia, foram alvo de destruição intencional através do fogo.

    "O setor agrícola da economia é quase a única esfera que continua funcionando, apesar dos danos intencionais causados pelos terroristas. Foi possível manter a produção de todos os produtos que eram produzidos antes da guerra", acrescentou o ministro.

    Exportação para a Rússia

    Segundo Ahmed Al-Qaderi, o ano de 2015 foi eficaz para a Síria na venda de produtos agrícolas para o mercado russo. Tal resultado foi alcançado não só por causa das sanções russas contra produtos ocidentais e turcos, mas também graças ao trabalho bem ajustado do lado russo e sírio no processo de organização das exportações.

    Frutas sírias em um supermercado na Rússia
    © Sputnik / Fedaa Shahin
    Frutas sírias em um supermercado na Rússia

    "As mercadorias que fornecíamos à Rússia tinham boa demanda por parte dos varejistas e do consumidor russo. Neste ano, estamos nos preparando para uma nova temporada para aumentar os resultados das exportações para a Rússia, em relação ao ano passado, porque apareceram empresas privadas [russas] que garantem o transporte de maior número de mercadorias por via marítima."

    O ministro acrescentou que em geral se trata de exportação de frutas cítricas que se caracterizam pela sua produção orgânica e não precisam de meios químicos para fertilização da safra.

    Mais:

    'Helicópteros da Rússia' pretende aumentar exportações para uso civil
    Putin: Bielorrússia deve aproveitar momento para aumentar exportações para Rússia
    Exportações turcas para Rússia sofreram queda de 60% em 2016
    Tags:
    guerra, exportações, agricultura, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar