05:29 22 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Fronteira entre Akçakale, na Turquia, e Tel Abyad, na Síria

    Opinião: 'Turquia deve fechar a fronteira com Síria'

    © AFP 2018/ BULENT KILIC
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3111

    No fim da semana passada, durante as negociações da comissão conjunta da Turquia e da Rússia, Moscou colocou a questão sobre o fechamento da fronteira sírio-turca para parar o fornecimento de armas e combatentes para o território sírio.

    A crise síria é uma das principais questões no âmbito do processo de normalização das relações entre Moscou e Ancara.

    O ex-cônsul da Turquia Aydin Selcen disse que a posição da Turquia sobre a crise síria se distingue da posição da Rússia – Ancara continua apoiando com material bélico uma série de grupos da oposição.

    "Tendo em conta a situação atual e o fato de a Rússia e o Ocidente apelarem para o fechamento da fronteira, a Turquia deve rever sua política na Síria. <…> A manutenção e desenvolvimento das boas relações com a Rússia a longo prazo é essencial para a Turquia. Isso é possível apenas se a Turquia rever sua política na crise síria".

    Selcen pensa que é preciso fechar uma faixa de 98 km da fronteira sírio-turca que não está controlada pelas Forças Democráticas da Síria. Segundo ele, se for preciso, poderá ser envolvida a aviação russa para garantir o nível necessário de controle.

    O diplomata assinalou que existe uma ameaça de protestos interinos na Turquia, há a possibilidade de provocações como resposta ao fechamento da fronteira. Para evitar isso, é preciso expressar a vontade política que agora está concentrada nas mãos do presidente turco. O desenvolvimento deste processo depende das ações do governo que vai se orientar pelos sinais do gabinete do presidente Erdogan.

    Mais:

    Turquia não quer escolher entre Rússia, UE e OTAN
    'Rússia não precisa da Turquia como satélite, mas como membro forte da OTAN'
    Erdogan acusa Gulen de minar relações entre Turquia e Rússia
    Tags:
    oposição moderada, militantes, fronteira, terrorismo, Recep Tayyip Erdogan, Turquia, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik