09:56 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Forças Democráticas da Síria na região de Manbij

    Forças Democráticas da Síria: Manbij estará livre num futuro próximo

    © REUTERS/ Rodi Said
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Devastando as sedes do Daesh (65)
    255251

    A operação, que visa libertar a cidade síria de Manbij dos militantes do Daesh, já tem duração de 70 dias e está chegando ao final.

    Recentemente, mais alguns bairros da cidade foram libertados dos jihadistas. 

    Em entrevista à Sputnik Internacional, representante das Forças Democráticas da Síria (SDF), Abdulaziz Yunus, informou que a cidade estará livre de terroristas num futuro próximo.

    "Estamos no centro da cidade, enquanto os confrontos continuam. No momento, a cidade ainda não foi liberta completamente, mas restam poucos territórios controlados pelos jihadistas – dois bairros residenciais e algumas ruas. Em um dos bairros, os militantes se encontram cercados numa área de 200 metros quadrados. Segundo estimativas, cerca de 120 militantes do Daesh (proibido na Rússia e vários outros países) estão na cidade. Ou eles se rendem ou serão liquidados. Nesse momento, estamos retirando numerosas minas e armadilhas, no centro da cidade, instaladas por jihadistas. Esperamos libertar completamente a cidade nos próximos dias", informa Abdulaziz Yunus.

    "No centro da cidade, se encontram quatro mil civis, entre eles – mulheres, crianças, velhos. Daesh os usa como escudo vivo. Por causa disso não podemos usar armas pesadas nos limites da cidade e os aviões de coalizão não bombardeiam as posições dos rebeldes. Cuidamos das vidas dos residentes locais e fazemos o máximo possível para não fazer da população civil uma vítima do confronto", acrescenta.

    No fim de maio, as Forças Democráticas da Síria anunciaram uma ofensiva contra o grupo terrorista Daesh. Um dos objetivos da operação, apoiada pela coalizão liderada pelos EUA, era libertar a cidade de Manbij.

    Manbij, localizada entre a "capital" do Daesh, Raqqa, e a fronteira entre Síria e Turquia, é uma área estrategicamente importante para o grupo terrorista. A população da cidade, antes do início do conflito no país, era de mais de 70 mil habitantes.

    Tema:
    Devastando as sedes do Daesh (65)

    Mais:

    UE investiga envio de armas europeias para combatentes na Síria
    Força Aérea síria prossegue ataques contra terroristas em Aleppo
    Tags:
    coalizão internacional, minas, jihadistas, rebeldes, libertação, Forças Democráticas da Síria, Sputnik, Manbij, Raqqa, Turquia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik