04:25 21 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Análise
    URL curta
    91712
    Nos siga no

    A Força Aérea Brasileira anunciou que pretende reduzir a encomenda de seu novo cargueiro militar, o KC-390 Millennium. Em entrevista à Sputnik, o especialista em assuntos militares Ricardo Cabral avaliou o impacto dessa revisão para as operações da FAB.

    Considerado um programa estratégico, com contrato assinado em 2014 por R$ 7,2 bilhões, junto à Embraer, a FAB pretendia adquirir 28 aeronaves do tipo. Agora, a encomenda pode passar para menos de 20 unidades, segundo reportagem da Folha de S. Paulo. 

    A decisão de rever o contrato, segundo a Força Aérea, estaria ligada a restrições orçamentárias.

    KC-390 Milennium durante operação de lançamento de cargas
    © Foto / CLAUDIO CAPUCHO / Divulgação / Embraer
    KC-390 Milennium durante operação de lançamento de cargas

    "A crise sanitária que o mundo vem enfrentando desde o fim de 2019 tem provocado reflexos na conjuntura econômica global, com impactos também na situação fiscal e orçamentária brasileira. Como consequência, os recursos destinados ao setor de defesa vêm sofrendo restrições que causam limitações diretas nos projetos estratégicos das Forças Armadas", disse a Força Aérea Brasileira por meio de nota. "Nesse contexto, a Força Aérea Brasileira, mantendo seu compromisso com as metas orçamentárias e em consonância com o cenário atual, decidiu rever os caminhos a serem seguidos na continuidade do contrato de produção da aeronave KC-390 com a Embraer." 

    ​De acordo com a FAB, a aquisição de 28 aeronaves, além de ser superior à sua realidade orçamentária atual em termos de aquisição, também extrapola no que diz respeito ao suporte logístico necessário ao longo do tempo.

    "Desde o início de sua operação, a frota de aeronaves KC-390 vem apresentando excepcionais índices de disponibilidade e despachabilidade, resultando em uma capacidade muito superior em volume e agilidade no transporte de cargas e pessoal, fatores observados com sucesso durante as diversas missões realizadas ao longo de 2020 e 2021." 

    FAB recebe 4º avião de transporte KC-390 Millennium da Embraer
    FAB recebe 4º avião de transporte KC-390 Millennium da Embraer

    Desenvolvido nos últimos anos, o KC-390 Millennium foi escolhido pela FAB para substituir os C-130 Hercules, fabricados pela Lockheed Martin. E a incorporação de 28 aeronaves do tipo "resolveria o problema logístico" da força, conforme explica em entrevista à Sputnik Brasil o professor de relações internacionais Ricardo Cabral, pesquisador especialista em assuntos militares e de Defesa.

    "Você teria as aeronaves distribuídas pelo país e resolveria um gargalo logístico, que é o de transporte de carga aérea em velocidade rápida. Isso seria excelente", afirma.

    Apesar de a aquisição dessas aeronaves, mesmo em menor número, representar uma grande vantagem em relação aos C-130 Hercules, essa redução, na opinião do professor, "vai criar um problema" para a FAB por não atingir a quantidade ideal e necessária.

    "Um corte de tamanho vulto no programa é realmente um baque. Vai prejudicar bastante as tarefas logísticas desenvolvidas pela FAB e o apoio que a FAB presta às outras forças."

    Até o momento, quatro aviões foram entregues à Força Aérea Brasileira pela Embraer. De acordo com a Folha, a FAB propõe uma repactuação para que sejam entregues dois aviões por ano, com o número total podendo ser reduzido para até 16 unidades.

    "A FAB já deve ter feito a adequação do planejamento. Agora, lembro: se você não tem um avião militar que opera muito mais barato, em escala, e você ter uma série de custos reduzidos, isso não se dá quando você é obrigado a recorrer às empresas aéreas de transporte civil, onde você paga pela carga, pelo transporte aéreo, muito mais caro. Então, é uma decisão difícil de ser tomada." 

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Mais:

    Embraer fecha venda do cargueiro KC-390 para Hungria, 2º país da OTAN a adquirir a aeronave
    Avião KC-390 da FAB participa de exercício operacional nos EUA (VÍDEO)
    FAB pretende reduzir número de aviões KC-390 adquiridos da Embraer devido à crise
    Tags:
    avião, Força Aérea Brasileira (FAB), aeronave, Embraer, KC-390, revisão, contrato
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar