08:16 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Análise
    URL curta
    754
    Nos siga no

    No período de 1 ano, o número de vistos negados pelos Estados Unidos a brasileiros subiu 45%. A Sputnik Brasil ouviu um especialista para explicar por que isso acontece e o que o governo brasileiro pode esperar dos EUA nesse sentido.

    O aumento das negativas a brasileiros por parte do governo dos EUA ocorre a despeito da aproximação do Brasil com Washington e também de concessões do governo brasileiro, como a isenção de vistos para norte-americanos.

    Para Christopher Mendonça, professor de Relações Internacionais do IBMEC-BH, as relações entre os dois países podem até ter melhorado recentemente, porém não no plano da imigração.

    "Nos últimos anos as relações comerciais, sobretudo, entre os dois países têm de fato melhorado, mas as questões de imigração, em grande escala têm se deteriorado, principalmente em relação ao governo [do presidente norte-americano Donald] Trump", afirma Mendonça em entrevista à Sputnik Brasil.

    O professor acredita que essa é uma política que o atual governo dos EUA tem adotado de forma geral, o que foi explicitado desde a campanha presidencial de 2016 no país e pode estar sendo reforçado devido à nova campanha que se aproxima.

    "O presidente Trump tem demonstrado essa dificuldade em aceitar novas inserções de brasileiros lá no país dele - não só de brasileiros mas também de outros países da América Latina - exatamente para demonstrar essa força do partido republicano no atendimento das preferências que foram recebidas pelo candidato nas últimas eleições e que provavelmente serão recebidas também na presente eleição", afirma.

    Mendonça acredita que a relação entre Bolsonaro e Trump não afeta a política imigratória praticada pelo norte-americano.

    "Em se tratando de imigração, o presidente Trump não fez nenhum tipo de promessa ao presidente Bolsonaro, muito pelo contrário. O que ele tem demonstrado ao longo desses quatro anos de governo é o enrijecimento das regras", explica.

    O professor alerta ainda que a política de imigração do governo dos EUA não deve mudar sob o governo Trump e que talvez possa endurecer. Para ele, uma mudança nesse cenário só seria uma possibilidade em caso de eleição de um candidato do Partido Democrata nas eleições presidenciais dos EUA este ano.

    Para Mendonça, com Trump no poder, o Brasil também não deve esperar reciprocidade em relação à liberação de vistos para entrada no país.

    "A meu ver, em se tratando do presidente Trump, e em especial do partido republicano, não haverá nenhum tipo de amenização em relação à imigração de brasileiros para os Estados Unidos, muito pelo contrário. Esse recrudescimento, essa dificuldade de autorização para que sul-americanos entrem nos Estados Unidos é exatamente uma característica muito específica do partido republicano e mais ainda, especificamente, do presidente que, hoje, foi eleito", aponta.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Mais:

    Brasil dispensa vistos para turistas dos EUA e de outros 3 países
    Alinhamento do Brasil com os EUA diminui 'credibilidade' do Itamaraty, diz analista
    Especialista: Brasil pode fazer pouco para coibir migração ilegal para os EUA
    'Vamos aprofundar relações', dizem EUA sobre Brasil após perda do status de país em desenvolvimento
    Analista traz à tona 'processo de punição' executado por Brasil e EUA contra Argentina
    EUA reabrem mercado para carne in natura do Brasil
    Tags:
    Partido Democrata, Partido Republicano, Estados Unidos, Donald Trump, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar