14:46 22 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Análise
    URL curta
    281
    Nos siga no

    Cortes na produção de paládio na África do Sul têm feito subir constantemente o preço do metal. Poderá o paládio substituir o ouro a longo prazo como investimento?

    O preço de uma onça de paládio ultrapassou o do ouro em mais de US$ 800 (R$ 3.388,2). O que está por detrás da subida histórica dos valores do metal?

    Hoje, nenhuma outra matéria-prima é mais cara do que o paládio. Uma onça do metal de 28,35 gramas custa aproximadamente US$ 2.390 (R$ 10.122), ou seja, 830 dólares mais do que uma onça de ouro, cujo preço está agora próximo de US$ 1.560 (R$ 6.607).

    O paládio é amplamente utilizado na fabricação de veículos, onde é indispensável para a produção de conversores catalíticos triplos. Também é usado em eletrônica e medicina dentária, bem como na indústria de joalharia, onde é misturado com ouro para fazer ouro branco. Juntamente com a platina e o ródio, o paládio é considerado o metal economicamente mais importante do grupo da platina.

    Os maiores depósitos de paládio do mundo estão na África do Sul e na Rússia. O metal também existe em quantidades menores nas Filipinas, nos Estados Unidos e no Canadá.

    Por que é tão caro?

    Atualmente há um problema com o fornecimento de paládio no mundo todo porque a produção na África do Sul é constantemente interrompida, disse Martin Siegel, especialista no mercado de ouro e diretor da Fundação Stabilitas, à Sputnik Alemanha.

    Metal paládio comercializado no mercado de commodities (foto referencial)
    © Sputnik / Pavel Lisitsyn
    Metal paládio comercializado no mercado de commodities (foto referencial)

    O especialista apontou que a demanda por paládio ainda está em níveis recorde. Isto porque, embora a produção de automóveis esteja em declínio em alguns lugares, as normas de emissão estão se tornando cada vez mais rigorosas em todo o mundo. Isto significa que são necessários cada vez mais catalisadores modernos, com mais metal na sua produção.

    "É por isso que a demanda pelo paládio está crescendo no mundo todo e atingiu um preço recorde [...] e não está totalmente claro quando vai parar de crescer", comentou Siegel.

    Alternativa ao ouro?

    Com o aumento do preço do paládio, surge uma pergunta: este metal pode competir com o ouro como ferramenta de investimento? Para Siegel, a resposta é negativa, pois o paládio não é "nada atraente" em comparação com o segundo.

    O especialista apontou que o mercado de paládio é significativamente menor que o mercado de ouro, e que o preço de compra é quatro vezes maior que o preço de venda. Além disso, não há comércio ativo de produtos de paládio. Tendo isso em conta, o especialista não aconselha os pequenos investidores a investir no metal. Segundo Siegel, o ouro e a prata são uma opção muito mais vantajosa.

    O especialista acrescentou ainda que os fabricantes estão mudando gradualmente para a platina, o que irá aumentar a procura deste metal e diminuir a demanda de paládio, pelo que o preço deste último irá provavelmente cair novamente.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Mais:

    Como Rússia pode se beneficiar do 'boom' do preço do paládio?
    Mais caro que o ouro, este metal se valoriza e especialistas não têm previsão de preço máximo
    Febre do paládio: ouro do século XXI abre novos horizontes para Ártico russo
    Tags:
    África do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar