10:21 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Militares turcos na fronteira turco-síria

    Político curdo explica quando Turquia deve terminar operação militar na Síria

    © REUTERS / Stringer
    Análise
    URL curta
    5221
    Nos siga no

    Turquia deve terminar a operação militar no nordeste da Síria após o surgimento lá de forças do Exército da Síria, afirmou à Sputnik político curdo.

    A administração autônoma dos territórios do nordeste da Síria anunciou oficialmente no domingo (13) a obtenção de um acordo com as autoridades sírias para posicionar tropas do Exército da Síria ao longo da toda a fronteira entre a Síria e a Turquia para ajudar a rechaçar os ataques do Exército turco e os agrupamentos pró-turcos.

    O ex-porta-voz oficial das Unidades de Proteção Popular (YPG), Reizan Hedu, comentou a situação à Sputnik.

    "[A operação] deve terminar. Se não terminar, isso vai significar uma agressão contra o Exército sírio. Neste caso, naturalmente, a Rússia e o Irã devem intervir, pois eles são considerados aliados da Síria", disse Hedu.

    Segundo o político curdo, de acordo com a primeira fase dos compromissos atingidos o Exército deve entrar em Manbij, e seguidamente em Qamishli. Depois disso, no caso de haver o cumprimento de todas as condições da primeira etapa de entrada das tropas, o avanço do Exército continuará para as outras áreas antes controladas pelos grupos armados curdos.

    "Estão sendo feitos esforços para acabar com o sofrimento dos curdos sírios e de todo o povo sírio, esforços para uma solução radical da situação no norte do país. Sua base deverá ser o Estado sírio e sua direção política e militar, é ele que deve dirigir a operação de combate à agressão", explicou Hedu.

    Segundo o especialista, todos, inclusive a verdadeira oposição nacional, estão contra a operação da Turquia e contra o papel dos EUA na Síria e na região.

    Hedu apelou ao comando dos grupos árabes e curdos das Forças Democráticas da Síria (FDS) para que sejam responsáveis pelas suas decisões e reconheçam como erradas as interações com os EUA, que levaram a que a situação no nordeste da Síria seja a que existe atualmente.

    "Paguem por seus erros, corrijam sua conduta e conservem o que resta da honra do vosso povo", sublinhou Hedu.

    Vista da fronteira entre a Turquia e a Síria, 10 de outubro de 2019
    © AP Photo / Emrah Gurel
    Vista da fronteira entre a Turquia e a Síria, 10 de outubro de 2019

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Mais:

    Ancara: operação turca na Síria prosseguirá até atingir seus objetivos
    Forças de autodefesa curdas teriam libertado terroristas da prisão no norte da Síria
    Trump diz que curdos podem estar liberando jihadistas na Síria
    Tags:
    curdos sírios, curdos, Turquia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar