09:41 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Sistemas de mísseis S-400 Triumph

    Com que fins Turquia usará sistemas S-400 russos?

    © Sputnik / Sergei Malgavko
    Análise
    URL curta
    5212
    Nos siga no

    A Turquia vai usar os sistemas de defesa antiaérea russos S-400 para proteger os seus interesses energéticos no Mediterrâneo Oriental, afirma analista turco.

    Mehmet Seyfettin Erol, chefe do prestigiado centro de estudo de crises políticas ANKASAM, professor e analista político, afirmou, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, que a Turquia adquiriu os sistemas de defesa antiaérea russos S-400 para defender seus interesses energéticos no Mediterrâneo Oriental.

    Recentemente, foram descobertas jazidas de gás na Zona Económica Exclusiva de Chipre. A Turquia considera que tem direito aos recursos desta região e já enviou para lá o navio de perfuração Fatikh.

    A Grécia exigiu que a Turquia pusesse fim às ações de perfuração nessa zona. Porém, Ancara declarou que continuaria sua atividade até que a parte turca de Chipre fosse incluída no processo de decisão relativamente às jazidas.

    "A Turquia comprou os S-400 para defender seus interesses nacionais e eliminar as ameaças nas questões de importância vital", afirmou o analista político.

    "Agora temos uma situação de crise no Mediterrâneo Oriental , onde a Turquia possui interesses energéticos de importância vital e em torno dos quais há uma ameaça relacionada ao apoio dos EUA e Israel a Chipre", disse.

    Mehmet Seyfettin Erol sublinhou que, nesse caso, a Turquia vai usar todos os meios disponíveis, incluindo os S-400.

    De acordo com ele, hoje em dia a Turquia e a Rússia são dois parceiros regionais que têm como objetivo eliminar as ameaças comuns tanto no mar Negro e na Síria, como no Mediterrâneo.

    O Ocidente e Israel tentam desestabilizar a região, por isso a aliança Turquia-Rússia desempenha um papel de estabilização. A percepção das ameaças estimula outros países a se juntarem ao dueto russo-turco. Por isso, os S-400 são um símbolo que muda o balanço de forças na região e abre caminho para uma 'aliança de S-400'", concluiu o analista político.

    O conflito no Chipre refere-se à disputa entre Chipre e a Turquia em virtude da ocupação turca do Norte da ilha. O conflito começou em 1963 e continua até hoje.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Mais:

    General turco: sistema S-400 russo é apenas pretexto para retirar Turquia do programa F-35 dos EUA
    Kremlin: fornecimento de S-400 vai ser realizado antes do previsto
    Erdogan propõe a Trump criação de grupo de trabalho sobre S-400 russos
    Tags:
    Rússia, Chipre, Turquia, S-400
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar