08:23 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Militares norte-coreanos conduzem exercício militar na Coreia do Norte com múltiplos lançadores e armas táticas guiadas

    'Iskander norte-coreano' pode desarmar tropas americanas na Coreia do Sul?

    © REUTERS / KCNA
    Análise
    URL curta
    13471

    Os novos mísseis norte-coreanos, que recentemente foram lançados, poderiam permitir que o país asiático alcançasse alvos americanos na península coreana, acredita analista.

    Para o especialista, a arma testada por Pyongyang é um míssil balístico de curto alcance, semelhante ao sistema de mísseis táticos russos Iskander.

    "A Coreia do Norte, provavelmente, alegará que esta é uma arma táctica de curto alcance. Mas se levarmos em conta o sistema de mísseis russo Iskander ao avaliar as características e capacidades da arma norte-coreana, seu alcance pode variar de 50-60 km a 500 km, cobrindo todo o território da península coreana", disse à Sputnik Coreia o professor do Instituto de Estudos do Extremo Oriente da Universidade Kyungnam, Kim Dong-yup.

    O professor enfatizou que por ser um míssil balístico a combustível sólido, a arma norte-coreana pode seguir diferentes trajetórias de voo.

    "Isto permitiria neutralizar o THAAD e outros sistemas de defesa antimísseis semelhantes, razão pela qual a Coreia do Norte chama os seus mísseis de ‘armas táticas guiadas'", ressaltou Dong-yup.

    O analista explica que, ao julgar pela imagem divulgada, o peso da ogiva parece ser "superior a 500 quilos, o que possibilita a instalação de ogivas nucleares".

    "Desta forma, Pyongyang deixa claro que pode atacar qualquer ponto da península coreana, em particular os locais onde estão instaladas as bases militares americanas de Yongsan, Osana, Pyongtaek, Daegu e Busan", finalizou.

    No dia 4 de maio, a Coreia do Norte disparou um míssil em direção ao leste a partir da cidade costeira de Wonsan, segundo militares sul-coreanos.

    A última vez que o país norte-coreano disparou um foguete foi em 28 de novembro de 2017, quando lançou um míssil balístico intercontinental Hwasong-15, que sobrevoou o espaço aéreo do Japão.

    Mais:

    Avião espião dos EUA teria evitado conflito com Coreia do Norte, diz mídia
    Premiê do Japão revela desejo de se encontrar com líder da Coreia do Norte
    Coreia do Norte ameaça sobre 'consequências indesejadas' se EUA não mudarem postura
    Trump quer diálogo exclusivo com a Coreia do Norte
    Tags:
    míssil balístico intercontinental, THAAD, Iskander, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar