06:51 13 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Blindado M41 de fabricação americana

    Por que o Exército Brasileiro doou blindados ao Uruguai?

    Agência Senado
    Análise
    URL curta
    14294

    Especialista comentou a doação e disse que equipamento não fará falta.

    O Exército Brasileiro doou nesta sexta-feira 25 blindados ao Uruguai, em cerimônia realizada no 7º Regimento de Cavalaria Mecanizado, em Santana do Livramento, fronteira entre os dois países. As viaturas M41 de fabricação americana serão integradas ao Exército Uruguaio.

    O especialista em assuntos militares, Pedro Paulo Rezende, em entrevista à Sputnik Brasil, avalia que a doação, aprovada pelo Poder Executivo, ajudará a estreitar os laços com o país vizinho.

    "Você estreita a relação com um exército amigo, que é o Exército do Uruguai", analisa o jornalista ressaltando a boa relação do Exército Brasileiro com os militares do país vizinho. "É bastante íntimo, nós temos bastante intercâmbio. Eles já têm equipamentos desse tipo lá e é mais um lote que a gente está doando. (…) Essa ligação mais íntima com os exércitos da América Latina já vem desde a década de 1940. É uma coisa tradicional já", analisa.

    O especialista explica que os veículos doados passaram por uma modernização na década de 80 e foram padrão do Exército Brasileiro até a chegada dos Leopards A1.

    "O M41 é carro de combate leve, que pesa 26 toneladas, e foi fabricado no final da década de 1950 até meados da década de 1960. Esses carros foram modernizados pela empresa Bernardini na década de 1980. O canhão foi substituído por um pouco maior, de 76 mm para um 90 mm e passou a ser denominado M41 C. O motor a gasolina foi substituído para um motor a diesel brasileiro. Esse carro foi padrão do Exército Brasileiro até a chegada do Leopard A1 da Bélgica", conta.

    Essa já é a segunda doação do tipo para o Uruguai, que recebeu viaturas em 2011. Em nota, o Exército Brasileiro justificou a doação alegando que o Exército Uruguaio demonstrou interesse em receber os blindados M41, no início do processo de substituição deles por outros modelos de viaturas.

    Para Rezende, as viaturas não farão falta ao Brasil pois já estavam obsoletas para o Exército Brasileiro.

    "Esse equipamento é totalmente obsoleto. O Exército já retirou todos os que a gente tinha. Então faz sentido doar, porque se gasta para armazenar esses veículos. Então faz todo sentido você doar para um país que queira e que ainda use esse equipamento, que não tem nenhuma validade militar e que serve apenas para treinamento", explica.

    Antes da entrega dos blindados, os militares do Uruguai passaram por um Estágio de Operação, no Centro de Instrução de Blindados, no município de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, onde foram capacitados por membros do Exército Brasileiro a operar as viaturas. Os uruguaios ainda aprenderam técnicas de reparo e conservação dos M41 no Parque Regional de Manutenção da 3ª Região Militar.

    Mais:

    Blindados percorrem 2 estados em operação das Forças Armadas do Brasil (VÍDEO)
    Brasil vai doar ao Uruguai 25 blindados de combate, mas Estados Unidos têm que dizer amém
    Blindados ultrapassam obstáculos aquáticos em treinos no Extremo Oriente russo
    Militares russos mostram veículos blindados 'voadores' (VÍDEO)
    Polícia do Rio recebe 6 blindados do exército
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik