02:55 15 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Fuzileiros navais de vários países participam de exercícios militares na Noruega

    Analista avalia planos da OTAN de realizar 'experimentos' perto das fronteiras da Rússia

    CC BY 2.0 / Departamento de Defesa dos EUA
    Análise
    URL curta
    341

    A OTAN planeja realizar dezenas de "experimentos" durante seus exercícios militares perto das fronteiras da Rússia.

    Segundo foi relatado, a Aliança prevê efetuar 20 "experimentos" durante as maiores manobras militares dos últimos anos Trident Juncture.

    As manobras serão realizadas entre 25 de outubro e 7 de novembro na Noruega com a participação de cerca de 50 mil militares de 30 países. Entre eles há membros da OTAN e seus parceiros.

    "As manobras fornecerão um ambiente para a realização de testes, afinação e desenvolvimento de capacidades existentes ou novas. Ao coordenar e integrar os experimentos das organizações e países da OTAN no TRJE18, a OTAN espera garantir os melhores resultados experimentais sem colocar em risco os objetivos dos exercícios", diz um comunicado divulgado pela entidade.

    Um desses experimentos será o desenvolvimento da implantação operacional de um módulo de coordenação e comando para implantação e controle das forças aéreas fornecidas pelos países aliados.

    Anteriormente, o tenente-general das Forças Armadas da Noruega, Rune Jacobsen, informou que a Suécia e a Finlândia, que não fazem parte da Aliança, abrirão seu espaço aéreo para operações no âmbito dos exercícios.

    Segundo ele, os exercícios serão realizados a uma distância de 1.000 quilômetros da fronteira com a Rússia, enquanto as operações aéreas podem ocorrer a uma distância de 500 quilômetros do território russo.

    O especialista militar Boris Rozhin comentou, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, os planos dos militares da OTAN.

    "Os exercícios são geralmente associados a testes das capacidades de defesa russas: com o uso de aeronaves não tripuladas são inspecionadas instalações militares russas, a movimentação de forças militares em áreas fronteiriças; verificam a atividade da aviação russa, testam os sistemas russos de guerra eletrônica", comentou.

    Segundo ele, os militares vão testar seus próprios sistemas de interação entre tropas e equipamentos dos países que participam dos exercícios perto das fronteiras da Rússia.

    "Todos os dados obtidos no decorrer desses exercícios são coletados em um centro analítico e, de acordo com ele, são feitas recomendações, em particular, sobre modernização dos recursos que podem ser usados contra a Rússia no futuro. Ou seja, é um trabalho de defesa normal, mas claramente focado contra a Rússia", concluiu Rozhin.

    Mais:

    Presidente ucraniano diz que país 'é de fato o flanco oriental da OTAN'
    Militares da OTAN passam frio durante exercícios na Noruega
    Base dos EUA na Polônia é mera provocação direcionada à Rússia?
    Tags:
    instalações militares, militares, espaço aéreo, fronteira, exercícios, manobras, OTAN, Forças Armadas da Noruega, Finlândia, Suécia, Noruega, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik