10:29 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Destróier com mísseis guiados USS Carney (foto de arquivo)

    'Causa tensões': analista militar critica entrada de destróier americano no mar Negro

    © AFP 2018 / FELIX GARZA/Marinha dos EUA
    Análise
    URL curta
    2611

    O destróier Carney da Marinha dos EUA entrou no mar Negro. Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, o analista militar Viktor Litovkin contou contra quem podem se dirigir os mísseis da embarcação americana.

    O destróier Carney, equipado com o sistema de defesa antimíssil Aegis, entrou no mar Negro no domingo (12) para garantir segurança marítima e melhorar as capacidades de interagir com os aliados e parceiros na região.

    Vale ressaltar que Carney entrou no mar Negro em janeiro deste ano para participar de exercícios conjuntos com a Marinha ucraniana.

    O analista militar, Viktor Litovkin, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, comentou a situação.

    "A entrada de qualquer navio norte-americano com mísseis de cruzeiro Tomahawk a bordo [o sistema Aegis supõe que o navio pode ser equipado com os Tomahawk — mísseis de cruzeiro de longo alcance] sem dúvidas causa tensões. Esses mísseis de cruzeiro podem ser apontados para nossas bases de Tropas Estratégicas de Mísseis na parte europeia da Rússia. Claro que para nós isso representa certa ameaça. Mas estou seguro que a Frota do Mar Negro da Rússia, ou seja, as tropas que são posicionadas na Crimeia, está vigiando atenciosamente o deslocamento dos navios norte-americanos e não vai permitir que nenhum cenário desfavorável seja concretizado contra nosso país", explicou Viktor Litovkin.

    Destróieres de mísseis guiados da classe Arleigh Burke são os maiores navios de superfície e, graças às capacidades de combate da defesa antimíssil Aegis, capazes de cumprir tarefas em condições altamente ameaçadoras e, ao mesmo tempo, de garantir defesa antiaérea, antinavio e antissubmarino.

    Mais:

    Destróier norte-americano entra nas águas do mar Negro (VÍDEO)
    Analista adverte sobre consequências da presença crescente da OTAN perto da Crimeia
    Mais um navio de guerra norte-americano entra no mar Negro (FOTOS)
    Tags:
    míssil, destróier, Tomahawk, USS Carney, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik