02:05 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente ucraniano Pyotr Poroshenko

    Político ucraniano: Poroshenko quer atrair comunidade internacional para uma 'aventura'

    © Sputnik / Serviço de imprensa do presidente da Ucrânia
    Análise
    URL curta
    140

    O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, apelou a que parte da fronteira com a Rússia seja "selada".

    Poroshenko acredita que a Rússia "deve concordar" com a implantação de forças de paz das Nações Unidas em todo o território de Donbass, inclusive na fronteira.

    "Penso que o único caminho para mudar a situação é selar a parte não controlada da fronteira ucraniano-russa e cumprir os Acordos de Minsk. Moscou deve concordar com uma operação de paz multinacional sob mandado das Nações Unidas em todo o território de Donbass, incluindo a parte não controlada da fronteira com a Rússia", disse Poroshenko.

    O político ucraniano Vladimir Oleinik, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, comentou o apelo do presidente da Ucrânia.

    "Para Pyotr Poroshenko não resta mais nada – é impossível resolver esse conflito pela força militar, o exército ucraniano está desmoralizado, não quer combater. Poroshenko quer atrair a comunidade internacional para essa aventura – por isso está propondo introduzir forças de paz sem ser ao longo da linha de demarcação, para depois se apoderar gradualmente de todo o território de modo 'rastejante'", comentou.

    Segundo ele, Donbass não concorda com essa medida. Por sua vez, a Ucrânia não quer negociar diretamente.

    "A Rússia não é contra, a Rússia não vê nisso nenhum sentido no âmbito de resolução do conflito", acrescentou Vladimir Oleinik.

    Para ele, há um caminho direto para resolver o problema de Donbass, mas Kiev não o quer adotar.

    "O cumprimento dos Acordos de Minsk, a mudança da Constituição e o reconhecimento das repúblicas é o caminho direto para resolver o problema […] Donbass só reconhecerá o governo seguinte quando ele for capaz de conduzir negociações diretas com a República Popular de Donetsk e a República Popular de Lugansk", acredita o político.

    Mais:

    'Empurrando velharia para Kiev': por que EUA forneceram à Ucrânia Javelin defeituosos?
    Forças Armadas da Ucrânia testam novo sistema robótico militar
    Rússia teria roubado seu nome da Ucrânia? Escritora responde
    Tags:
    governo, fronteira, conflito, ONU, Pyotr Poroshenko, Donbass, República Popular de Lugansk, República Popular de Donetsk, Rússia, Kiev, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik