14:23 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Análise
    URL curta
    6153
    Nos siga no

    Previamente, a mídia local informou sobre o desenvolvimento do rifle "AK-47 a laser" por engenheiros chineses.

    "Ninguém saberá de onde foi realizado o disparo. Vai parecer um acidente", assinalaram os desenvolvedores do rifle.

    O especialista militar Aleksei Leonkov, em entrevista concedida ao serviço russo da Rádio Sputnik, comentou o trabalho dos engenheiros chineses.

    "É difícil classificar esse produto como uma arma. O laser tem limitações de alcance e para torná-lo em uma arma letal será necessária uma fonte de energia. Mas o laser pode ser usado como elemento para cegar, para neutralizar, por exemplo, meios óticos e elétricos presentes em tanques, veículos blindados de transporte de pessoal e veículos de combate de infantaria – todos eles usam esses dispositivos", disse.

    "O desenvolvimento é interessante, mas é bastante duvidoso em termos militares. Certamente, não é aquela arma que vimos em filmes de ação, onde os rifles a laser são usados em ações de combate", acrescentou Leonkov.

    Ele ressaltou que, assim que surgirem dados técnicos, será possível determinar para que finalidade essa arma foi projetada.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Mais:

    National Interest desvenda capacidades de combate do porta-aviões mais caro do mundo
    Futuros porta-aviões nucleares da China podem ter 'coração' russo
    EUA revelam capacidades da arma nuclear que está sendo elaborada para 'conter a Rússia'
    Tags:
    arma a laser, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar