21:14 22 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Tanque russo T-14 Armata

    Kiev tem de fato análogo do Armata russo, mas não o poderá construir, diz especialista

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Análise
    URL curta
    414

    Recentemente, um analista militar ucraniano assegurou que o país teria encontrado um análogo do tanque russo Armata. O especialista em assuntos militares Konstantin Sivkov comentou à Sputnik do que se trata, assinalando que todos os desenvolvimentos estavam sendo conduzidos ainda antes do colapso da URSS.

    De acordo com o especialista ucraniano, se trata de um projeto ainda soviético, conhecido como Bokser ou Molot. Em 2015, o respectivo projeto foi retomado.

    Konstantin Sivkov, membro-correspondente da Academia de Ciências de Mísseis e Artilharia da Rússia, falou com o serviço russo da Rádio Sputnik e avaliou as perspectivas dos construtores ucranianos criarem tanques capazes de se igualarem ao veículo de combate russo Armata.

    "O protótipo do Armata foi realmente o Molot, desenhado na URSS, com um canhão muito potente. Por isso, em algum sentido eles [ucranianos] têm razão. Mas isso é apenas um fato histórico. Para retomar a produção, são precisas bases científicas e técnicas demasiado sérias. Claro que tais capacidades não existem", comentou o ex-militar russo.

    Deste modo, ressalta o especialista, "não faz sentido" sequer falar do projeto.

    "Claro que eles podem atrair especialistas estrangeiros, mas isso não muda nada, pois em primeiro lugar são precisas empresas, enquanto eles [ucranianos] não as têm, destruíram tudo, estragaram tudo. Nem vale a pena falar — a Ucrânia era um país que disfrutava de um potencial capaz de fazer frente à Alemanha. Ou seja, o potencial econômico da Ucrânia ultrapassava o alemão", enfatiza.

    Mais cedo, um tanquista ucraniano que tinha participado do concurso Strong Europe Tank Challenge, onde a equipe ucraniana ficou no último lugar, se queixou das condições técnicas do novíssimo tanque ucraniano T-84 Oplot. Este veículo substituiu no exército ucraniano o antigo T-64. De acordo com o militar, as novas máquinas avariaram logo no primeiro dia de utilização.

    Mais tarde, na web apareceram vídeos das avarias do Oplot durante o concurso na Alemanha, onde se vê que com o motor ligado o veículo "oscila", entretanto tremem não apenas os mecanismos internos, mas também o próprio canhão.

    Mais:

    OTAN deveria se preocupar: reveladas maiores vantagens do tanque russo Armata
    Putin compartilha sua experiência dentro do inovador tanque T-14 Armata
    Soldados estadunidenses falam tudo o que pensam sobre tanque russo Armata
    Tags:
    problemas mecânicos, tanque, Armata, Konstantin Sivkov, URSS, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik