03:44 21 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Aviões da Força Aeroespacial da Rússia na base de Hmeymim, Síria

    Estão preparando provocação de grande escala na Síria, alerta analista

    © Foto: Ministério da Defesa da Rússia
    Análise
    URL curta
    18621

    Defesa antiaérea da base russa Hmeymim, situada na Síria, eliminou "alvos aéreos de pequeno porte". Em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, um especialista militar comentou a situação.

    Sistemas russos de defesa antiaérea em Hmeymim interceptaram vários drones de pequeno porte. A operação não causou vítimas nem danos materiais, segundo representantes da base russa.

    "Na madrugada de 24 de abril, sistemas de controle do espaço aéreo da base russa Hmeymim detectaram alvos aéreos de pequeno porte de origem desconhecida. Defesa da base russa eliminou todos os alvos", afirmou à Sputnik uma fonte da base.

    No momento, a base aérea está funcionando como de costume.

    Anteriormente, a defesa antiaérea já havia repelido ataques de drones a instalações militares da Rússia na Síria. Assim, na madrugada de 6 de janeiro, militares russos interceptaram 13 drones de terroristas que deveriam lançar bombas contra a base Hmeymim e contra o posto de manutenção técnico-militar da Marinha russa em Tartus.

    O analista militar, especialista em assuntos de segurança nacional, Aleksandr Zhilin, em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik, falou sobre possíveis objetivos destas provocações na Síria.

    "Caso analisemos as ações de grupos particulares que têm influência sobre o Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países], sobre a assim chamada oposição moderada, podemos chegar a conclusão: está em andamento preparo para uma grande provocação", frisou.

    "Seus organizadores podem ter como objetivo, por exemplo, provocar um confronto militar direto entre os exércitos do Irã e de Israel, para que no Oriente Médio se desencadeie uma grande guerra. Em seguida, tentarão transformar essa guerra no algoritmo ‘mundo do Ocidente contra o mundo do Islã'", acredita Aleksandr Zhilin.

    "Defesa russa está em completa prontidão de combate, protegendo nossas instalações militares. É evidente que a situação não é simples", ressaltou Zhilin.

    Mais:

    Caça russo 'sobrevoou nossa fragata perto da Síria', declara almirante francês
    França favorece ONG islamita na Síria em detrimento de caridade cristã, reclamam ativistas
    Assad: países que atacam Síria apoiam terroristas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik