11:37 22 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Teste de mísseis THAAD, foto de arquivo

    Especialista: maior risco de confronto militar entre grandes potências desde fim da URSS

    CC BY 2.0 / Agência de Defesa contra Mísseis dos EUA / THAAD_2010_June_b
    Análise
    URL curta
    15131

    O presidente da Conferência de Segurança de Munique alertou para um grande risco de conflitos militares indesejados.

    O presidente da Conferência de Segurança de Munique, Wolfgang Ischinger, em uma entrevista à estação de rádio Deutschlandfunk, compartilhou uma imagem sombria da situação política atual.

    "Nunca antes, desde o fim da União Soviética, corremos um risco tão alto de confrontação militar entre as grandes potência", observou Ischinger.

    Em particular, o especialista destacou que a desconfiança entre os líderes em Moscou e Washington está em um nível "abismal" e que, portanto, a atual situação de segurança "não poderia ser pior".

    O presidente da cúpula explicou que, nos tempos atuais, o risco de mal-entendidos e erros de cálculo podem levar a conflitos militares indesejados. "Seria o maior conflito nos últimos 30 anos", disse Ischinger.

    Ischinger preside a Conferência de Segurança de Munique, que começou nesta sexta-feira e conta com a participação de cerca de 450 personalidades de diferentes esferas sociais, de políticos a economistas, acadêmicos ou representantes de ONGs, além de membros do mundo acadêmico ou membros da mídia.

    Mais:

    Operação norte-americana no Afeganistão é 'guerra invencível', diz analista
    Almirante norte-americano alerta sobre guerra com China
    Exército dos EUA estaria se preparando para guerra terrestre de grande escala
    Chefe da OTAN: 'não queremos Guerra Fria ou corrida armamentista com a Rússia'
    Tags:
    especialista, Conferência de Segurança de Munique, Wolfgang Ischinger
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik