04:45 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    José Mujica e Lula durante conferência de Ciencias Sociais em Midellin, novembro de 2015

    Apesar de tudo, 'cada dia Lula se afirma mais no consenso de muita gente'

    © REUTERS / Fredy Builes
    Análise
    URL curta
    777

    O ex-presidente e atual senador uruguaio, José "Pepe" Mujica, conversou com Sputnik Mundo sobre vários assuntos centrais da agenda latino-americana.

    Entre os temas principais Mujica fez referência à comparência do ex-presidente Lula da Silva perante a justiça de seu país.

    "No fundo da questão, além do jurídico, o que está em jogo é parar o projeto que trata de reduzir as distâncias que existem nas desigualdades sociais desse país continental que é o Brasil, um dos mais injustos da Terra", afirmou.

    "Não é um problema contra Lula, mas sim contra o que ele representa e o que pode tentar reproduzir em uma função governativa. Porque não podemos separar isso do que aconteceu no Brasil com o golpe de estado de natureza parlamentar, com um congresso questionado", acrescentou o ex-presidente uruguaio.

    Para o ex-líder do Uruguai, apesar de "todas as campanhas e de tudo o que foi dito, cada dia que passa, Lula se afirma mais no consenso de muita gente". José Mujica frisou à Sputnik Mundo que tal relação ao ex-presidente brasileiro se explica "não tanto pela inegável simpatia que se tem por ele, que é muito forte, mas pelo reflexo das consequências das reformas reacionárias que estão sendo realizadas no país politicamente e se enquadram como uma lembrança a favor de Lula".

    Hoje, 24 de janeiro, se realiza o julgamento de ex-presidente Lula acusado de ter recebido R$ 3 milhões em propina da empresa OAS por meio de um apartamento tríplex em Guarujá.

    Tags:
    ex-presidente, julgamento, José Mujica, Lula, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar