02:09 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Veículos anfíbios russos durante um ensaio para o desfile do Dia da Marinha no porto de Vladivostok, na Rússia.

    Para que EUA divulgaram dados sobre Marinha soviética? Especialista explica

    © REUTERS / Yuri Maltsev
    Análise
    URL curta
    32392
    Nos siga no

    Recentemente, foi informado que a CIA tinha revelado materiais sobre a Marinha soviética da época da Guerra Fria. Não é por acaso que a divulgação surge agora, opinou um especialista militar ao serviço russo da Rádio Sputnik.

    A agência de inteligência dos EUA divulgou alguns dados sobre a Marinha soviética no período desde os anos 1960 até aos anos 1980, a maioria dos quais é baseada em informações obtidas pela CIA de militares soviéticos recrutados pela inteligência norte-americana.

    Os relatórios descrevem o desenvolvimento do submarino nuclear e de armas nucleares na União Soviética.

    Os autores do folheto publicado sublinham o papel importante da informação divulgada para o entendimento da doutrina soviética e avaliação das forças da Marinha do país.

    O analista militar e coronel aposentado Aleksandr Zhilin afirmou em entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik que não foi por acaso que os norte-americanos decidiram tornar pública esta informação.
    Segundo ele, esta é mais uma tentativa de distrair a atenção da crise pela qual está passando o Pentágono.

    "Tudo o que está acontecendo hoje em torno do Pentágono, o orçamento militar dos EUA, escândalos de corrupção e assim por diante — tudo isso aponta para uma grave crise. Por exemplo, são revelados fatos chocantes sobre o caça F-35 e quanto dinheiro foi roubado nesse projeto. Isso também abrange outros projetos — os montantes atribuídos à ocupação do Iraque, etc.", comentou o especialista.

    Para além disso, continua Aleksandr Zhilin, o Pentágono tenta demonizar a Rússia para justificar o aumento das despesas militares. E quando se fala sobre baixa competência do pessoal militar norte-americano, eles apresentam dados que supostamente o exército soviético também teria estado mal, afirma o especialista.

    No entanto, ressalta, hoje em dia, o exército russo supera mesmo o estadunidense tanto em maestria como em competência militar.

    "Quando deslocamos a nossa Força Aeroespacial para a Síria, nem um radar da OTAN detectou isso, conseguindo nos detectar apenas quando começaram os voos", ressaltou.

    Além disso, os ataques a partir do mar em posição submersa contra alvos dos terroristas na Síria provam que a Rússia pode mesmo "meter um míssil pela janela da Casa Branca, caso seja necessário", concluiu o autor.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Mais:

    Verdade vem à tona: o plano astuto da CIA para se apoderar de um submarino soviético
    Onde está Abu Bakr al-Baghdadi? Pentágono indica onde estaria o líder do Daesh
    Tags:
    Exército dos EUA, divulgação, dados, Pentágono, CIA, Marinha, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar