04:40 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O sistema de defesa antimíssil THAAD

    'Caixa de Pandora' já foi aberta... pelos EUA

    CC BY 2.0 / Departamento de Defesa dos EUA / THAAD_2010_June_b
    Análise
    URL curta
    61513
    Nos siga no

    Washington não deixa de lado suas intenções de conseguir liderança internacional, correndo o risco de provocar um caos global. Mas os norte-americanos não querem nem saber que já abriram a "Caixa de Pandora" com suas ações, adverte Anton Orlovsky, colunista do portal X-true.info.

    O governo dos EUA ignora o fato de que o conflito na região coreana possa provocar a guerra mais sangrenta e impiedosa, afirma o autor do artigo.

    "O mais perigoso é que Washington incite a responder não apenas a Estados 'pequenos', mas a potências grandes que os superam em algumas áreas, como a Rússia e a China", ressalta.

    No entanto, segundo o jornalista, nestes países, os políticos continuam sendo razoáveis.

    A Rússia e a China propuseram solucionar o problema coreano por via diplomática, prevendo a suspensão simultânea do programa de armas nucleares e de mísseis da Coreia do Norte e dos exercícios militares conjuntos entre a Coreia do Sul e os EUA. Porém, Washington recusou a proposta.

    O autor também recorda as palavras do vice-chanceler russo, Sergei Ryabkov, quanto à possibilidade de a Rússia dar uma resposta militar devido à instalação do sistema THAAD na Coreia do Sul perto das fronteiras russas.

    "Se tudo ocorrer a ritmos tão alarmantes, um dia surgirá inevitavelmente a questão de uma resposta militar por nossa parte", disse.

    É muito provável que as palavras do vice-chanceler russo causem ressonância nos EUA.

    "Amanhã, a mídia ocidental escreverá que os russos teriam declarado a guerra aos norte-americanos e a todo o mundo democrático, enquanto os políticos hegemônicos aproveitaram as palavras sobre a resposta militar e começarão a pensar em novas remessas de mísseis THAAD às fronteira russas", opina o autor.

    No entanto, a "Caixa de Pandora" — já aberta — cedo ou tarde se fará notar, mas será demasiado tarde para resolver o problema.

    Mais:

    Qual seria a resposta dos EUA a um ataque nuclear de Pyongyang?
    Rússia vs EUA: que país tem as mais potentes armas hipersônicas?
    Tags:
    conflito regional, tensão política, Sergei Ryabkov, Península da Coreia, Coreia do Sul, China, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar