15:30 16 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Nicarágua

    Como EUA se ingerem na Nicarágua

    © Sputnik / Dmitriy Znamenskiy
    Análise
    URL curta
    9112

    No dia 24 de maio, o Congresso dos EUA iniciou o processo de discussão do Nica Act, uma iniciativa destinada a efetuar pressão sobre o governo do presidente nicaraguense Daniel Ortega.

    O projeto promove a elaboração duma lista, através da agência de inteligência do Departamento de Estado dos Estados Unidos, de funcionários nicaraguenses suspeitos de terem cometido atos da corrupção. Além disso, pretende que os EUA votem contra todos os empréstimos que Nicarágua peça nos organismos financeiros internacionais. Desta maneira, eles procuram pressionar o governo de Ortega para que leve a cabo eleições "transparentes" e "livres" na Nicarágua, explicou à Sputnik Mundo Ismael López, editor da seção política do jornal nicaraguense La Prensa.

    "No ano passado, 60% dos projetos de investimento público vieram de fundos financeiros internacionais. Levar a cabo esta medida seria um golpe muito duro para a economia do país", acrescentou o jornalista.

    Junto com o Panamá e República Dominicana, Nicarágua é o país da região que cresce mais rapidamente. Segundo um relatório recente da CEPAL, as projeções de crescimento da economia são de 4,7%, bastante acima da média regional de 1,3%.

    Não é a primeira vez que os Estados Unidos mostraram oposição ao governo sandinista da Nicarágua. Em 2016, a administração do presidente anterior, Barack Obama, disse que estava "profundamente preocupada" com o triunfo de Ortega nas eleições desse ano. A proponente do Nica Act é a legisladora republicana Ileana Ros-Lehtinen, a primeira cubano-estadunidense eleita para o Congresso, que juntamente com o congressista Albio Sires deu início à discussão no ano passado.

    "O Nica Act aparece como uma proposta, cega, surda e irracional, concebida por mentes insensíveis, mal-intencionadas e fechadas completamente a reconhecer o direito dos nicaraguenses a viver distanciados dos conflitos de tempos passados", indicou num comunicado o governo de Nicarágua, segundo o jornal nicaraguense El Nuevo Diario.

    Para Ortega é uma medida de ingerência dos EUA. Para alguns setores da oposição, porém, é uma questão que só o presidente pode solucionar marcando eleições. A realidade é que a nossa economia é fraca e não resistiria a uma coisa assim", assegurou López.

    Para o jornalista, as chances de que o Nica Act consiga votos a favor no Congresso estadunidense são "muito grandes". "A congressista Ros-Lehtinen tem muita influência no Partido Republicano e no Democrata. Ela recebeu o apoio de 25 legisladores – 15 republicanos e 10 democratas. O que chama a atenção é que paralelamente a iniciativa foi apresentada ao Senado e quem a promove é o senador Marco Rubio, alguém com muitas influências no partido do governo. A iniciativa poderia ser aprovada a qualquer momento", concluiu o especialista.

    Mais:

    Ortega lidera com folga intenção de voto nas eleições da Nicarágua
    Nicarágua aceita asilar ex-presidente salvadorenho
    Tags:
    economia, eleições, corrupção, Senado dos EUA, Departamento de Estado dos EUA, Donald Trump, Barack Obama, Daniel Ortega, EUA, Nicarágua
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar