01:28 30 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Análise
    URL curta
    7333
    Nos siga no

    O primeiro presidente da Ucrânia Leonid Kravchuk considera que a oposição entre a Rússia e a Ucrânia teve o início 300 anos atrás.

    O político declarou isso numa entrevista à emissora ucraniana 112.

    "Falando sobre a guerra cultural e espiritual, podemos dizer que ela decorre desde o Tratado de Pereyaslav [concluído em 1654 entre os cossacos de Zaporojie e o tsar Aleixo I da Moscóvia], por causa deste tratado nós perdemos a igreja e o país ucranianos", disse Kravchuk, sublinhando que este conflito se mantém até hoje.

    Ele acrescentou que a Ucrânia estava "destinada" a perder a Crimeia em 2014, porque não pôde manter a península devido às desordens que causaram o enfraquecimento das posições do governo em geral e nas regiões.

    A Crimeia se reunificou com a Rússia depois do referendo realizado em março de 2014, depois do golpe de Estado na Ucrânia. Mais de 95% dos residentes da península votaram a favor da entrada na Rússia.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Mais:

    Político ucraniano afirma que EUA têm todo direito de reivindicar Crimeia
    Obras da ponte da Crimeia geram aumento na população de golfinhos
    Chanceler: há plano para devolver Crimeia à Ucrânia
    Tags:
    opinião, história, guerra, Leonid Kravchuk, Crimeia, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar