08:54 25 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, George Bush, e presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachev

    EUA não conseguiram ser líder mundial após dissolução da União Soviética

    © AFP 2018/ MIKE FISHER
    Análise
    URL curta
    Sputnik-Opinião (27)
    3731

    De acordo com os dados da pesquisa Sputnik-Opinião, a maioria dos cidadãos da Alemanha (69%), França (55%) e Itália (51%) acreditam que os EUA não conseguiram desempenhar o papel de líder mundial, quando ficaram como a única superpotência após a dissolução da União Soviética em 1991.

    A pesquisa foi realizada pela empresa Ifop para a agência de notícias e rádio Sputnik.

    Respondendo à questão se os EUA conseguiram desempenhar o papel de líder mundial após a dissolução da União Soviética, só 24% dos alemães, 35% dos franceses e 42% dos italianos responderam que os EUA conseguiram desempenhar esse papel. De todos os respondentes, 10% dos franceses e 7% dos alemães e italianos não conseguiram responder à questão.

    EUA não conseguiram ser líder mundial após dissolução da União Soviética
    © Sputnik /
    EUA não conseguiram ser líder mundial após dissolução da União Soviética

    Em 8 de dezembro de 1991, foi assinado o acordo sobre a dissolução da União Soviética e a criação da Comunidade dos Estados Independentes. Neste dia, em Viskuli (residência do governo bielorrusso em Belaveja), os líderes da Bielorrússia, Federação da Rússia e Ucrânia assinaram o Acordo de fundação da Comunidade dos Estados Independentes (CEI).

    A pesquisa da opinião pública foi realizada pela empresa mais antiga de França Ifop em julho de 2016. Da enquete participaram 3.006 respondentes de idade superior a 18 anos da França, Alemanha e Itália. A amostra é representativa da população por idade, sexo e local de residência. A margem de erro é de 3,1 pontos percentuais para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%.

    O que é a Sputnik-Opinião?

    É um projeto internacional de estudo da opinião pública que foi posto em prática a partir de janeiro de 2015. As conhecidas empresas Populus, forsa e IFop são parceiras do projeto. No quadro da Sputnik-Opinião são realizadas regularmente pesquisas em vários países da Europa e dos EUA sobre os temas sociais e políticos de maior atualidade.

    A Sputnik é uma agência de notícias e rádio com representações e redações multimídia em dezenas de países. A Sputnik inclui sites (34 ao todo), emissões rádio analógicas e digitais, aplicativos para celular e páginas nas redes sociais. As feeds de notícias da Sputnik aparecem 24 horas em inglês, árabe, espanhol e chinês.

    Conheça outras enquetes da Sputnik-Opinião

    Tema:
    Sputnik-Opinião (27)

    Mais:

    O que impediu União Soviética de ganhar a Guerra Fria?
    'Ocidente não queria colapso da União Soviética'
    Kremlin: não precisa comparar o colapso da União Soviética com Brexit
    Tags:
    Sputnik-Opinião, dissolução, superpotência, liderança, União Soviética, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik