11:23 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Yelena Isinbaeva

    Parlamentar italiano: 'afastamento da seleção russa da Olimpíada é sabotagem política'

    © Foto / Yelena Isinbaeva's facebook
    Análise
    URL curta
    Olimpíada no Brasil sem atletas russos? (31)
    0 71
    Nos siga no

    Gianluca Pini, o deputado italiano do partido Lega Nord, contou à agência Sputnik nesta quinta (21), que a decisão de suspender a equipe russa da Olimpíada é uma enorme sabotagem política e erro geoestratégico.

    Leia a integra do comentário à Sputnik de Gianluca Pini:

    "No âmbito da autocrítica corajosa do lado russo, levando em conta o fato, de que os erros foram cometidos não pelo Comitê Olímpico da Rússia como estrutura, mas por alguns indivíduos dentro da estrutura, posso concluir que a decisão foi um ato de sabotagem política contra a Rússia".

    Como sempre acontece na história, podemos ver um tipo de pressão, uma tentativa de uso da força por meio do esporte. O mesmo fato de que foi necessário de qualquer jeito encontrar um pretexto político para excluir da competição olímpica uma grande potência esportiva como a Rússia, não pode ser considerado como uma declaração de guerra. No entanto, a decisão pode ser considerada como uma demonstração do medo experimentado por certos círculos internacionais em relação à firmeza e liderança do presidente russo Vladimir Putin.

    Não é o primeiro caso de boicote ou sabotagem que uma estrutura esportiva tenta organizar contra a Rússia. Espero que esta tentativa seja a última, porque é um erro considerar a Rússia como um inimigo no portão.

    O verdadeiro inimigo do Ocidente é o grande número de pregadores do islamismo e jihadismo que estão tentando destruir os valores e a cultura do mundo ocidental, e não importa se são da Europa Ocidental ou Oriental, são os valores comuns que nós defendemos com sangue. E agora com sangue eles querem destruí-los.

    "Por isso, estou convencido de que o primeiro país com o qual a Europa e os EUA tem que trabalhar juntos, para resistir ao fanatismo islâmico e ao Daesh, deve ser a Rússia. Em vez disso o Ocidente tenta mantê-la à distância. É uma loucura. E é loucura ainda maior tentar usar para isso o esporte".

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Tema:
    Olimpíada no Brasil sem atletas russos? (31)

    Mais:

    Picciani espera que atletas da Rússia possam participar dos Jogos Rio 2016
    Nota do comitê organizador da Rio 2016 defende tolerância zero em doping de atletas
    Comissão de atletas da WADA apoia recomendação sobre suspensão de atletas russos
    Tags:
    meldonium, escândalo, atletas russos, Rio 2016, WADA, Rússia, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar