21:52 21 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Análise
    URL curta
    22451
    Nos siga no

    O portal MarketWatch, especializado em noticiário econômico, publicou um artigo apresentando um possível cenário em que a Rússia salvaria o mercado internacional de petróleo, que desde o ano passado enfrenta uma violenta desvalorização dos preços da commodity.

    "Por enquanto, todos estão preocupados com o levantamento das sanções do Irã, mas é possível que um inesperado salvador dos preços de petróleo esteja esperando a sua hora chegar – é a Rússia" – escreve a jornalista britânica Sara Sjolin.

    Ela conta que ao baixa a sua produção de petróleo, a Rússia poderia provocar uma reação em cadeia que alavancaria novamente os preços da commodity, fazendo com que outros países seguissem o seu exemplo. A possibilidade de tal cenário vem sendo avaliada por alguns especialistas, em particular, pelo analista Ole Hansen, do Saxo Bank.

    "A Rússia está mandando uma mensagem ao sauditas: "amigos, quem sabe nós deveríamos pensar novamente nos preços de petróleo, já que desde dezembro eles desvalorizaram em mais um terço e isso está nos prejudicando imensamente" – explicou Hansen em entrevista ao MarkelWatch.

    A publicação lembra que no decorrer dos últimos meses a Arábia Saudita vinha se recusando em baixar a sua produção de petróleo, mesmo quando o preço do barril havia despencado para abaixo dos 30 dólares. Tal decisão dos sauditas é em grande parte sustentada pelo aumento do produção de petróleo de xisto nos EUA e pela preocupação diante de uma possível diminuição da demanda no âmbito dos muitos problemas da economia mundial.

    Nas palavras de Hansen, os sauditas e outros representantes da OPEP estarão prontos para baixar a produção em caso de um incentivo por parte de terceiros.

    "Se a Rússia baixar sua produção, este será sem dúvida um primeiro dos muitos passos necessários para a estabilização dos mercados" – explicou Hansen.

    Em 16 de janeiro os EUA e a União Europeia levantaram a grande maioria de suas sanções econômicas que anos atrás haviam sido aplicadas ao Irã por causa de seu programa nuclear. O fato pressupõe uma volta do país árabe ao mercado internacional de petróleo, provocando a preocupação generalizada de que o país possa aumentar ainda mais a oferta internacional, que já está muito grande, e uma desvalorização ainda maior dos preços do produto.

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Mais:

    Economista: Petróleo a preços baixos significa perda de empregos
    As sanções e o petróleo: voo livre?
    Cinco guerras pelo petróleo que acabaram em desastre
    Tags:
    preços, mercado, salvador, solução, petróleo, Ole Hansen, Arábia Saudita, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar