23:45 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Militar da Turquia

    Turquia apoiou o Estado Islâmico em ataques contra curdos no Iraque e na Síria

    © AFP 2017/ OZAN KOSE / AFP
    Opinião
    URL curta
    Turquia abate bombardeiro russo na Síria (115)
    294713214

    Turquia compactuou com o Estado Islâmico em ataques contra curdos no Iraque e na Síria, afirmou o ex-conselheiro do departamento de Estado dos EUA e atual funcionário da universidade de Colúmbia, David Phillips.

    “O papel da Turquia não foi inequívoco. Ela, claramente, apoiou o Estado Islâmico. Ela ofereceu suporte logístico, dinheiro, armas, transporte e serviços médicos aos militantes feridos. A Turquia apoiou o extremismo com o objetivo de se livrar de Assad”, disse o ex-funcionário do departamento de Estado em entrevista à agência Sputnik. 

    “A turquia participou dos ataques do Estado Islâmico contra curdos no Iraque e na Síria. Tenho informações sobre a participação direta da Turquia em fornecimento de armamentos de destruição em massa ao Estado Islâmico”. 

    “Esta entrevista não seria objetiva, se não dissermos que o apoio de Assad pela Rússia não colabora para a solução do problema. Não de se surpreender que a Rússia e a Turquia acabaram por se envolver em um incidente militar, pois as duas perseguem objetivos diametralmente opostos”, constatou Phillips.

    Desde março de 2011, um conflito armado se desenvolve na Síria. Segundo os dados da ONU, a guerra no país já provocou a morte de 220 mil pessoas. As tropas do governo combatem militantes de diversos grupos armados. Os mais ativos são os combatentes do Estado Islâmico e da Frente al-Nusra.

    Desde 30 de setembro a aviação russa realiza na Síria ataques aéreos contra os grupos terroristas Estado Islâmico e Frente Nusra. Desde então, as Forças Aéreas da Rússia já destruíram mais de 3 mil instalações dos terroristas.

    A porta-voz do ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, já anunciou em diversas ocasiões que o objetivo de Moscou na síria não consiste no apoio ao presidente Bashar Assad, mas no combate ao grupo terrorista Estado Islâmico, que representa ameaça também para a Rússia.

    Tema:
    Turquia abate bombardeiro russo na Síria (115)

    Mais:

    Turquia posiciona 20 tanques na fronteira síria
    Rússia investiga tráfico de órgãos que Estado Islâmico estaria fazendo da Síria à Turquia
    Kremlin: ao derrubar avião russo Turquia tomou lado do Estado Islâmico
    Especialista: Turquia persegue objetivo de dominar parte do território da Síria
    Tags:
    Guerra Civil Síria, Frente al-Nusra, Estado Islâmico, Maria Zakharova, David Phillips, Rússia, EUA, Curdistão iraquiano, Curdistão sírio, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik