16:42 17 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Análise
    URL curta
    1231
    Nos siga no

    Segundo a mídia chinesa, Pequim está negociando a hipótese de comprar ecranoplanos russos A-050, elaborados pela Empresa de construção de aeródinos Alekseev. O especialista do Centro de análise de estratégias e tecnologias Vasily Kashin comenta estas informações para a Sputnik.

    A China já comprou uma vez ecranoplanos russos e licenças para produzi-los. Por exemplo, na província Hainan organizaram a produção de uma variante modificação do ecranoplano russo Ivolga. Todavia, o Ivolga é um veículo pequeno de tonelagem de 1.200 kg e alcance de 1.200 km. O seu peso máximo de decolagem é somente de 3.900 kg.

    O A-050 tem o peso máximo de decolagem de 54 toneladas e pode transportar cargas de 9 toneladas ou 100 pessoas para a distância de 5.000 km. É também mais rápido que o Ivolga e pode atingir a velocidade de 350-450 km/h. A sua construção tem como a base a construção de ecranoplano soviético de combate Lun mas ao invés de armas, transporta cargas não letais.

    A União Soviética e a Rússia investiram muitos recursos para elaborar ecranoplanos e agora a Rússia é um líder nesta área. Mas não há muitos locais para usar ecranoplanos especialmente tão grandes como o A-050. O ecranoplano pode voar a altitude baixa sobre superfície plana, por isso pode ser usado somente sobre superfície de mar ou rios grandes. Também pode voar sobre reservatórios gelados, mas se a superfície tem grandes bancos de gelo, o voo pode ser perigoso.

    Ao mesmo tempo, a China tem acesso a mares quentes onde ficam muitas ilhas estrategicamente importantes para o país que são demasiadamente pequenas para instalar aeródromos. Ecranoplanos não só podem pousar sobre água mas também consumem pouco combustível comparando com aviões e helicópteros. Assim, o uso de ecranoplanos de transporte pesados dará novas oportunidades para explorar de vista econômica as ilhas Paracel e as ilhas Spratly. Comparado com um avião, um ecranoplano reduz duas vezes o custo de transportação de uma tonelada de cargas de ecranoplano. A possibilidade de transportar cargas, bem como funcionários e turistas para as ilhas a custos reduzidos reforçará a competitividade chinesa nestas áreas.

    Helicóptero de combate chinês WZ-19E
    © Foto / http://mil.huanqiu.com
    Entretanto, o projeto de ecranoplano A-050 está no início da fase de elaboração. Só há pouco, especialistas completaram o esboço e lançaram o projeto técnico do veículo. A empresa de construção de aeródinos Alekseev tem grande experiência e usa seus projetos precedentes mas precisará de muito tempo para iniciar produzir estes veículos em massa. 

    Por isso é pouco provável que os chineses estejam prestes a concluir o contrato de compra de ecranoplanos. É possível que a China tenha interesse em elaborar estes veículos em conjunto e se calhar produzi-los. Provavelmente, os chineses quererão criar um modelo especial de veículo adaptado ao tipo de motores aéreos usados na China.

    Todavia, pode ser um projeto importante que elevará a cooperação sino-russa na área de novas tecnologias ao nível mais alto. 

    As opiniões expressas nesta matéria podem não necessariamente coincidir com as da redação da Sputnik

    Tags:
    veículos, contrato, compra, Rússia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar