17:06 18 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Soldado japonês segura bandeira americana em cerimômia na cidade de Tóquio.

    Opinião: Uma aliança militar com os EUA deixará o Japão mais vulnerável

    © AP Photo/ Carolyn Kaster
    Opinião
    URL curta
    51096171

    Uma aliança militar com os EUA não vai aumentar a segurança do Japão, disse à Sputnik a diretora do Centro de Filosofia e Paz de Vancouver e da plataforma Salvemos o Artigo 9º, Satoko Norimatsu.

    "Se o Japão continuar a fortalecer sua conexão militar com os  EUA, se tornará cada vez mais vulnerável porque os países que consideram com razão os EUA como uma ameaça acharão que o Japão faz parte deste fator de intimidação", disse a especialista.

    Norimatsu acrescentou que o Japão ao longo de sua história foi mais agressivo do que a China ou a Coreia do Norte, países que agora servem de desculpa para o governo do primeiro-ministro Shinzo Abe modificar a doutrina de segurança do país e acabar com a posição pacifista adotada após a Segunda Guerra Mundial.

    A especialista também denunciou que as autoridades japonesas têm feito todo o possível para que o país não discuta sobre as muitas agressões cometidas pelo Império do Japão contra outros países.

    "A guerra agressiva do Japão no restante da Ásia e seus diversos crimes não foram suficientemente ensinados nas escolas. As referências a "mulheres de conforto" (milhares de mulheres destinadas forçosamente a prestarem serviços sexuais para as tropas) foram quase que completamente removidas dos livros e textos [escolares]", disse ele.

    Ela acrescentou que isso tem resultado no fato de que os estudantes e a sociedade japonesa apenas se recordam "dos sofrimentos do Japão (Hiroshima, Nagasaki, os bombardeios aéreos…) ao invés daquilo que o Japão fez a outros povos e países".

    Recentemente, a Câmara Baixa do Parlamento do Japão aprovou duas leis que mudam a doutrina de defesa do país e permitem às tropas japonesas combaterem no exterior pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial.

    Mais:

    Vice-presidente dos EUA pede desculpas por "ter causado problemas" ao Japão
    Japão cobra explicações aos EUA sobre espionagem ao governo e empresas do país
    Japão tenta evitar presença nas celebrações do Dia da Vitória na China
    O que escolherá o Japão: arroz ou carros?
    Tags:
    relações internacionais, doutrina, aliança militar, Shinzo Abe, Japão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik