23:04 17 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Parada militar do Dia da Vitória, em Moscou

    Almirante dos EUA: exército russo é muito superior ao exército soviético

    © Sputnik/ Alexander Vilf
    Opinião
    URL curta
    Defesa da Rússia (214)
    282757715010

    Um alto comandante militar dos EUA advertiu que o moderno exército da Rússia é “muito mais preparado para o combate” do que as forças armadas da União Soviética, apesar de o exército soviético ter sido muito mais numeroso.

    Moscou está constantemente enviando “mensagens” a Washington para dizer que a Rússia é uma potência mundial, declarou o chefe do  North American Aerospace Defense Command (NORAD) almirante Bill Gortney, relata Fox News.

    Falando ao Congresso dos EUA, em março,  Gortney disse que no ano passado pesados bombardeiros russos realizaram missões “fora dos limites da zona de patrulhamento” com uma frequência muito maior do que em qualquer outro ano após o fim da Guerra Fria. Esta semana, ele confirmou que esses vôos são cada vez mais numerosos e estão sendo realizados em novas localidades — próximo ao espaço aéreo do Canadá, ao longo da costa do Alasca e na região do Canal da Mancha.

    O almirante informou ainda a existência de dois navios russos nas imediações da costa dos EUA — próximo a Cuba e a Venezuela.

    Nas palavras de Gortney, a Rússia interveio em operações militares na Ucrânia, o que, na opinião do almirante, é a prova de que Moscou está usando uma nova doutrina militar.

    “A Rússia criou um exército compacto muito mais preparado para o combate do que era o numeroso exército da União Soviética” — destacou o comandante norte-americano.

    De acordo com dados citados pela Fox News, em meados dos anos 1980 as forças armadas da União Soviética tinham um contingente de mais de 5 milhões de homens. Hoje, o exército russo conta com pouco mais de 1 milhão de soldados, além de 2 milhões de reservistas — isso é comparável ao atual contingente do exército dos EUA, mas inferior às forças unidas da OTAN, destacou Fox News.

    As autoridade da Rússia negaram por diversas vezes as supostas informações sobre a participação de forças russas em operações militares em Donbass. Além disso, o ministério da Defesa da Rússia declarou em muitas ocasiões que todos os vôos da aeronaves da Força Aérea russa sempre foram e continuam sendo realizados em estrita conformidade com as normas internacionais do espaço aéreo sobre águas neutras, jamais violando as fronteiras de outros países.

    Tema:
    Defesa da Rússia (214)

    Mais:

    Pentágono: Exército dos EUA está perdendo sua superioridade tecnológica
    Exército da Rússia faz manobras no sul do país
    Exército russo será equipado com motoneve única
    Exército dos EUA vai treinar tropas ucranianas
    Tags:
    Guerra Fria, Exército da Rússia, Bill Gortney, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik