21:53 24 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Participantes da ação popular Regimento Imortal em Moscou, 9 de maio de 2018

    Ex-coronel sérvio da brigada que abateu F-117 da OTAN participará do Dia da Vitória em Moscou

    © Sputnik / Vitaly Belousov
    Notícias
    URL curta
    8250

    O coronel aposentado das Forças Armadas da Iugoslávia Zoltan Dani, que comandava a divisão que abateu o caça furtivo F-117 da OTAN em 1999, vai participar do Regimento Imortal em Moscou, uma cerimônia que homenageia os combatentes da 2ª Guerra Mundial, e comentou esse evento à Sputnik Sérvia.

    Além de Dani, da delegação sérvia que chegou a Moscou para participar do desfile fazem parte os generais Bozidar Delic e Miroslav Lazovic, que durante todos os 78 dias da agressão da OTAN contra a Iugoslávia defenderam as fronteiras de seu país conta os terroristas do Exército de Libertação do Kosovo (KLA), que atacaram o país desde a Albânia sob direção de instrutores da Aliança. O quarto representante da deleção é o advogado Goran Petronijevic.

    Em entrevista à Sputnik Sérvia, o coronel aposentado Zoltan Dani, que comandava a 250ª Brigada de Mísseis das Forças Armadas da Iugoslávia que abateu o caça furtivo F-117 da OTAN, sublinhou que representar o seu país em um evento tão importante é uma grande honra para ele.

    "Estou feliz por marchar com o Regimento Imortal, farei o possível para honrar a confiança que foi depositada em mim e é com orgulho que, com meus camaradas, vou representar os veteranos sérvios durante o desfile", explicou Dani.

    Ele revelou que durante o evento vai levar pelas ruas de Moscou um cartaz com fotos de seus camaradas da 250ª Brigada de Mísseis das Forças Armadas da Iugoslávia que morreram defendendo sua pátria da agressão da OTAN.

    Segundo Dani, além do Regimento Imortal, a delegação sérvia vai participar da exibição especial do filme russo-sérvio “Barreira dos Bálcãs”, dedicado aos bombardeios da OTAN contra a Sérvia, bem como irá visitar monumentos e museus de Moscou dedicados à Grande Guerra pela Pátria (parte da Segunda Guerra Mundial, compreendida entre 22 de junho de 1941 e 9 de maio de 1945 e limitada às hostilidades entre a União Soviética e a Alemanha nazista e seus aliados).

    A marcha Regimento Imortal, em homenagem aos soldados da Segunda Guerra Mundial que lutaram contra o nazismo, não é realizada apenas na Rússia. Este ano o evento deve ser realizado em mais de 100 países. No Brasil, o Rio de Janeiro e São Paulo também acolheram essa cerimônia.

    O movimento visa preservar a memória sobre a geração que venceu a guerra. Os participantes saem às ruas e integram uma passeata transportando fotografias dos seus parentes daquela geração: militares, marinheiros, guerrilheiros, trabalhadores da retaguarda, prisioneiros de campos de concentração e crianças nascidas naquela época.

    Mais:

    Da Índia ao Chile: conheça os 4 desfiles militares mais insólitos do mundo
    Melhores fotos de abril em que Rússia se prepara para Dia da Vitória
    Tags:
    Segunda Guerra Mundial, OTAN, F-117, Sérvia, Brasil, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar