13:46 20 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Ministério das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif

    Chanceler do Irã diz que EUA tentam 'destruir' acordo nuclear

    © AP Photo / Petr David Josek
    Notícias
    URL curta
    202

    O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, disse neste domingo (24) que os Estados Unidos têm mantido esforços para fazer com que o Irã se retire do Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA).

    Na sexta-feira (22), o vice-chanceler iraniano para Assuntos Políticos, Abbas Araghchi, disse que Teerã pode retirar-se do JCPOA nas próximas semanas, a menos que a Europa comprove seu compromisso de preservar o acordo após a saída dos EUA.

    "O lado norte-americano está tentando destruir o JCPOA e fazer com que o Irã deixe o acordo. Todos os objetivos dos EUA visam remover o Irã do acordo nuclear", disse Zarif, conforme citado pela agência de notícias ISNA.

    O diplomata acrescentou que os Estados Unidos usaram propaganda e pressão psicológica, entre outros métodos, para forçar o Irã a encerrar sua participação no acordo.

    Em maio, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que Washington deixaria o JCPOA, assinado em 2015 em Viena pelo Irã, União Européia, China, França, Rússia, Reino Unido, Estados Unidos e Alemanha. 

    Além disso, Trump decidiu restabelecer as sanções sobre o Irã, que haviam sido retiradas sob os termos do acordo em troca da manutenção e fiscalização de um programa nuclear pacífico no país. A medida unilateral tomada pelos Estados Unidos foi contestada por outros signatários do acordo com o Irã.

    Mais:

    'Irã precisa se unir frente a uma séria guerra econômica estimulada pelos EUA'
    Após ameaçar sair do acordo nuclear, Irã aguarda proposta da Uniao Europeia
    Irã revela o que será necessário para manter acordo nuclear
    Saída do Irã de acordo nuclear pode criar instabilidade em todo o Oriente Médio
    Irã: palavras não são suficientes para salvar acordo nuclear
    Irã critica planos dos EUA de 'redesenhar' fronteiras do Oriente Médio
    Tags:
    acordo nuclear, Isna, Alemanha, Rússia, França, China, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik