01:11 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Votação na Câmara dos Deputados

    Carlos Marun: 'Eduardo Cunha merece pena mais branda do que a cassação'

    Gilmar Felix/Câmara dos Deputados
    Notícias
    URL curta
    1005
    Nos siga no

    A Câmara dos Deputados reúne-se hoje, a partir das 19 horas, para discutir o processo de cassação do mandato de Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Ele responde a processo por quebra de decoro parlamentar ao negar à CPI da Petrobras manter contas bancárias fora do Brasil.

    No relatório apresentado pelo Deputado Marcos Rogério (DEM-RO), Eduardo Cunha é apontado como titular de pelo menos cinco contas bancárias em instituições financeiras da Suíça, fato que o parlamentar fluminense insiste em negar, dizendo ser apenas "beneficiário" delas.

    Para que Eduardo Cunha tenha o seu mandato cassado, são necessários 257 votos do total de 513 deputados da Câmara. Dentre estes, apenas Cunha não poderá votar, por estar com o mandato suspenso por decisão do Supremo Tribunal Federal. Cunha, no entanto, prometeu aos aliados estar presente à sessão.

    Aliado de Eduardo Cunha, o Deputado Carlos Marun (PMDB-MS) defende uma pena mais branda para o colega, conforme declarou em entrevista exclusiva à Sputnik Brasil:

    "Defendo para o Deputado Eduardo Cunha uma suspensão de três a seis meses do seu mandato como parlamentar", diz Marun. "A cassação do seu mandato é uma medida extrema que só se justificaria mediante a apresentação de provas robustas contra o deputado – de que ele cometeu crimes efetivamente documentados."

    O parlamentar de Mato Grosso do Sul acrescenta:

    "A rigor, todo mandato eletivo emana do povo. O povo elegeu seus representantes e somente ao povo compete cassar seus mandatos. Em casos excepcionais, delega-se esta função ao Congresso Nacional, o que é o caso em tela. No caso de Eduardo Cunha, o que temos? Acusações e denúncias, sem profunda base legal, revestidas de notícias, mentiras e fatos que, para mim, revelam-se muito mais como resultado de omissão e não de uma deliberação por parte do deputado de querer enganar seus pares. Quando Eduardo Cunha diz que é tão-somente beneficiário de um trust financeiro, ele não está faltando com a verdade. Simplesmente, ele deixou de prestar esta informação no momento oportuno. Portanto, não vejo motivo para cassação de mandato e entendo que ao Deputado Eduardo Cunha devem ser proporcionadas todas as oportunidades de defesa, mantendo-se sua investidura como parlamentar."

    Mais:

    Câmara decidirá nesta segunda-feira o futuro político de Eduardo Cunha
    Aliados de Cunha tentarão substituir cassação por pena mais branda; oposição acha inútil
    Tags:
    corrupção, parlamento, cassação, DEM, PMDB, Eduardo Cunha, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar