12:50 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Presidente de Portugal Marcelo Rebelo de Sousa

    Marcelo Rebelo no Brasil: Caminho para sair da crise portuguesa?

    PATRICIA DE MELO MOREIRA / AFP
    Notícias
    URL curta
    538920

    Eleito em 24 de janeiro deste ano para a Presidência de Portugal, o Professor de Direito Marcelo Rebelo de Sousa está no Brasil para uma permanência que se estenderá até o dia 10. Além de assistir à abertura das Olimpíadas no Maracanã, o presidente português vai cumprir diversos compromissos no Rio e em São Paulo.

    Na avaliação de Creomar de Souza, professor de Relações Internacionais da Universidade Católica de Brasília, a visita de Marcelo Rebelo é mais do que oportuna:

    "As relações entre Brasil e Portugal são marcadas por um forte grau de amizade, e por isso devem ser sempre consolidadas. Brasil e Portugal são dois países que de certa maneira conseguem partilhar uma série de agendas, sobretudo em elementos culturais (vide a CPLP, a Comunidade de Países de Língua Portuguesa), e que fortaleceram suas relações no século XX com muita qualidade. Hoje, quando Portugal tenta se levantar da forte crise econômica que devastou Estados Unidos e Europa em 2008, é muito importante que o país se volte para o Brasil."

    Para Creomar de Souza, Portugal e Brasil podem ampliar suas relações nos aspectos comerciais:

    "Temos hoje empresas brasileiras estabelecidas em Portugal e empresas portuguesas estabelecidas no Brasil. Há um esforço grande, de parte a parte, para ampliar esta cooperação, especialmente quando se fala em prática governamental, de modo a se utilizar toda uma prática adquirida no relacionamento mútuo e na expertise desenvolvida com outros países, notadamente os da África, como Angola, Moçambique, Cabo Verde e Guiné Bissau. Creio também que Brasil e Portugal possam ampliar suas contribuições recíprocas no campo cultural. Portugal, por exemplo, é um destino privilegiado para os acadêmicos do Brasil, tanto estudantes quanto professores."

    Em relação à situação econômica de Portugal, Creomar de Souza acredita que o país está em franco processo de recuperação:

    "Ao contrário do que aconteceu com a Grécia, Portugal não contestou os modelos de resolução apresentados pela União Europeia, preferindo acatar as propostas do bloco europeu para a sua revitalização. Desta forma, Portugal conseguiu atrair de volta os investimentos internacionais e hoje desfruta de alguma tranquilidade em seu processo econômico."  

    Mais:

    Escândalo ganha força: porque Portugal e Espanha violam regras, mas UE não os multa?
    Portugal espera aumento de turistas da Rússia
    Tags:
    crise econômica, investimento estrangeiro, recuperação, economia, Creomar de Souza, Marcelo Rebelo de Sousa, Grécia, Angola, África, Europa, EUA, Portugal, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik