21:27 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Frente 3
    Rovena Rosa/Agência Brasil

    Debate jurídico abre nova fase de manifestações em todo o país contra o governo Temer

    Notícias
    URL curta
    5112

    As manifestações contra o governo do presidente interino Michel Temer ganham fôlego neste mês com as articulações que estão sendo elaboradas pelas frentes Brasil Popular e Povo sem Medo para conscientizar a população sobre os riscos de perda de direitos adquiridos na legislação trabalhista e assistência médica e previdenciária, entre outros.

    As atividades começam nesta segunda-feira, 4, em Brasília com o Encontro Nacional de Juristas pela Democracia, que discutirá as inconstitucionalidades que marcaram até agora o julgamento da presidente afastada Dilma Rousseff. Os protestos proseguem no próximo dia 12 com a Marcha Nacional dos Servidores Públicos. No dias 19 e 20 deste mês, outro acontecimento jurídico marcará as manifestações com a realização, no Rio, do Tribunal Internacional de Julgamento dos Golpistas. O evento deverá reunir uma dezena de juristas consagrados do Brasil e do exterior.

    No dia 3 de agosto, está prevista a realização de um Acampamento Nacional Popular, que será montado em diversos pontos do país, e que vai até 17 de agosto, quando deve ocorrer a votação final, no plenário do Senado, do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. As manifestações ocorrerão nas cidades e no campo com a adesão de diversas entidades e movimentos sociais.

    Um dos objetivos da articulação é propor um debate sobre as alternativas de saída política para a atual conjuntura. A estratégia, definida na semana passada em São Paulo, será baseada em um documento a ser elaborado por um grupo de trabalho formado por entidades que integram as diversas frentes de mobilização. O encontro também definiu maior aproximação com as atividades da presidente afastada, fortalecendo as ações das quais tem participado nas viagens pelo Brasil.

    O coordenador nacional da Via Campesina e do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Anderson Amaro, integrante da Frente Brasil Popular, diz que julho e agosto serão meses de intensificação dos protestos em todo o país. 

    "Estamos no esforço conjunto de manter o foco que é barrar o golpe. Vários discursos estão surgindo, como o da grande mídia, tentando nos pautar e dividir, para tentar desarticular esse grande movimento que se tornou a Frente Brasil Popular, mas também a Frente Povo sem Medo. Eessa narrativa torna evidente a intenção de todos aqueles que trataram toda essa situação que é tirar a presidenta Dilma para colocar em curso uma quantidade de medidas que hoje o presidente ilegítimo Temer coloca." 

    Segundo o coordenador da Via Campesina e do MPA, se aprovado o impachment no Senado, Temer vai adotar medidas impoulares, que só não vingaram até agora devido às reações da população.

    "Nós da Frente Brasil estamos num crescente de ações que vão desde a que se inicia hoje (em Brasília), mas também a da caravana que se inicia hoje em Pernambuco e vai até o dia 15, saindo de Petrolina até Recife. A Caravana da Democracia, também em outros estados, vai dialogar com a população, já que a grande mídia não nos possibilita levar a realidade ao povo brasileiro. Muitos trabalhadores ainda estão no sofá assistindo a tudo isso que está acontecendo no país sem se posicionar."

    E Amaro acrescenta:

    "Cade aqueles que pregavam contra a corrupção, que parecia ser bem recente, e quantos escândalos de corrupção estão tendo e muito mais evidentes e provados e ninguém bate panela, ninguém fala nada? Parte de tudo isso é arquitetado pela grande imprensa que financiava e convocava muitas dessas ações. Como ela está aliada a esse novo governo, ela se cala e não convoca mais nenhum tipo de manifestação contra um governo que está atentado a cada dia contra o direito dos trabalhadores."

    Mais:

    Senadora afirma que Dilma decidiu não depor na Comissão do Impeachment
    Povo na rua: Manifestações tomam estradas de todo o país para tentar barrar o golpe
    Tags:
    mídia, mobilização, marcha, agricultores, manifestações, impeachment, Senado Federal, Frente Brasil Popular, Via Campesina, Michel Temer, Anderson Amaro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar