03:39 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
     Atriz Rosario Dawson

    Estas celebridades pedem líderes para ‘colocar humanidade no primeiro lugar’

    © AFP 2017/ Frederic J. Brown
    Notícias
    URL curta
    0 46315

    Várias celebridades norte-americanas acabam de lançar uma campanha visando apoiar os refugiados.

    Um vídeo em inglês que ganha muitas visualizações na Internet acentua a escolha de milhões de pessoas de todo o mundo que sofrem com crises e desastres naturais. A coisa que faz este vídeo distinto de outros é a variedade dos nomes de alto perfil. As celebridades tiveram que responder à pergunta seguinte: “O que você faria se tiver de abandonar a sua casa, escapar a uma guerra civil e abandonar tudo o que tem?”

    O vídeo, que tem a participação de Michael Douglas, Forest Whitaker e Rosario Dawson, exorta os líderes do mundo a não ficarem impassíveis aos sofrimentos de pessoas e fazer alguma coisa.

    Entretanto, estas celebridades não estão sozinhas na sua cruzada de fazer o mundo melhor. Apresentamos uma lista de outras pessoas famosas que prometem apoiar a causa humanitária.

    Angelina Jolie

    Jolie é, provavelmente, a celebridade mais famosa que aprova e apoia a causa humanitária. Na primeira vez Jolie ficou sabendo da crise humanitária mundial durante a filmagem de Tomb Raider no Camboja. Depois ela se endereçou no Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR, na sigla em português) para obter mais informação sobre os lugares conturbados.

    Angelina Jolie, atriz americana e embaixadora do ACNUR, visita o campo de refugiados iranianos em Khanke, em 25 de janeiro de 2015.
    © AFP 2017/ SAFIN HAMED
    Angelina Jolie, atriz americana e embaixadora do ACNUR, visita o campo de refugiados iranianos em Khanke

    Angelina Jolie dirige, com o seu marido, a Fundação Jolie-Pitt, cujo objetivo é erradicar a extrema pobreza rural, proteger recursos naturais e conservar a vida selvagem. O fundo doou $1 milhão (R$ 3,45 milhões) para a organização humanitária internacional Médicos sem Fronteiras (MSF), criada na França em 1971 para ajudar a vítimas de violência, negligência, catástrofes, conflitos armados, epidemias, subalimentação e exclusão da assistência médica.

    Bono

    Paul David Hewson, que ficou famoso como Bono, também apoia a ação de diferentes organizações beneficentes.
    O vocalista irlandês da banda de rock U2 não conhece limites quando se trata da luta contra a pobreza e fome, e está sempre em contato com os líderes mundiais, tentando fazer o planeta melhor.

    ​Depois de assistir o show “The Secret Policeman's Ball” (“O Baile do Policial Secreto”) em 1979, Bono foi inspirado ser envolvido à beneficência. Desde daquele tempo ele tem ajudado a Anistia Internacional e participado de diferentes projetos humanitários da banda.

    Elton John
    Em 1992, Elton John, tendo visto muitos amigos morrerem de HIV/AIDS, lançou a Fundação AIDS de Elton John (Elton John AIDS Foundation, EJAF na sigla em inglês) para ajudar a pessoas que têm esta doença.

    “Em meados de 1980s, comecei a dirigir os meus sofrimentos para os esforços de atrair dinheiro às organizações beneficentes pioneiras, fundadas naqueles anos escuros a realizar pesquisas de AIDS e prestar serviços vitais a pessoas com HIV/AIDS”.

     

    Tags:
    refugiados, ACNUR, Bono, Elton John, Angelina Jolie, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik