07:49 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Presidenta Dilma Rousseff
    Roberto Stuckert Filho/PR

    Dilma à mídia internacional: Ninguém pode sofrer impeachment por impopularidade

    Notícias
    URL curta
    40122

    A Presidenta Dilma Rousseff voltou a falar com a mídia internacional sobre o processo de impeachment que está em andamento contra ela e que, segundo a presidente, se trata de um golpe e uma injustiça.

    Em entrevista à jornalista norte-americana Christiane Amanpour, correspondente-chefe da rede CNN, Dilma Rousseff afirmou que ninguém pode sofrer impedimento por impopularidade.

    “Eu estou mais triste porque acho que a pior sensação que existe para qualquer ser humano é a injustiça. Eu estou sendo vítima de uma grande injustiça, que é esse processo de impeachment. Ninguém pode levar um processo de impeachment por impopularidade, porque a impopularidade é cíclica. Se fosse assim, todos os presidentes ou primeiros-ministros da Europa, que tiveram taxas de desemprego de 20%, teriam de sofrer processos de impeachment, porque também tiveram profundas quedas na popularidade.”

    Ao ser questionada se acredita que vai conseguir permanecer na Presidência da República após o fim do processo no Senado, Dilma garantiu que vai lutar não só para sobreviver ao processo de impeachment, mas também para manter a democracia no Brasil. E aproveitou para criticar o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ):

    “Eu lutarei para sobreviver, não só pelo meu mandato, mas pelo fato de que o que eu estou defendendo é o princípio democrático que rege a vida política brasileira. Quem é que fez o impeachment contra mim? Todos que fizeram o impeachment contra mim, os líderes, não estou falando na base que fez, estou falando das lideranças, têm processos e denúncias de corrupção, principalmente o presidente da Câmara.”

    Mais:

    Impeachment: Senadores da Comissão Especial discutem processo contra Dilma
    Fala de Nobel da Paz contra impeachment dá em briga no Senado
    Dilma acusa Eduardo Cunha de ser o "pecado original do impeachment"
    Tags:
    injustiça, golpe de Estado, democracia, impeachment, popularidade, Senado Federal, Câmara dos Deputados, PMDB, CNN, Eduardo Cunha, Dilma Rousseff, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar