12:34 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Notícias
    URL curta
    225
    Nos siga no

    O alvo da atual ofensiva dos radicais do Talibã é a redução da presença militar dos Estados Unidos e da OTAN em Afeganistão.

    Militantes do grupo terrorista Daesh (proibida na Rússia) no Afeganistão
    © Foto / Youtube/PressTV Documentaries
    Os rebeldes do Talibã anunciaram o início da assim chamada ofensiva de primavera contra os Estados Unidos e as forças governamentais no Afeganistão. 

    A ofensiva deste ano tem o nome de “Operação Omari”, em homenagem ao líder do grupo Mullah Omar, que foi morto em 2013.

    A campanha talibã foi lançada às 5 da manhã do horário local.

    “A operação incluirá ataques intensivos e golpes táticos contra as posições dos inimigos no país e assassinatos dos comandantes nos centros urbanos” – anunciou o Talibã.

    Segundo as declarações, a operação tem com o objetivo baixar o espírito de combate das forças estrangeiras deslocadas no Afeganistão.    

    A missão do OTAN no Afeganistão, encabeçada pelos EUA, foi oficialmente suspensa no final de 2014, permanecendo no país apenas algumas forças. O plano atual dos EUA consiste na continuação da redução da sua presença militar até dezembro de 2016.


    Mais:

    Jogos terroristas 2.0: Al-Qaeda jura fidelidade ao Taliban
    Talibã assume autoria de atentado que deixou mais de 60 mortos no Paquistão
    Tags:
    ofensiva, Taliban, OTAN, Estados Unidos, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar