17:05 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Notícias
    URL curta
    0 11
    Nos siga no

    O vice-diretor do Instituto de Pesquisa para a Reunificação Nacional da Coreia do Norte, Yong Chol Pak, disse à mídia norte-americana que a notícia de que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, mandara executar 15 altos funcionários do país era uma “calúnia maliciosa”.

    Ele admitiu as mortes, dizendo que é “normal em qualquer país ir atrás de elementos hostis, puni-los e executá-los”, mas fez questão de desvincular o nome de Jong-um, a quem chamou de grandioso líder supremo.

    Na semana passada, o Serviço Nacional de Inteligência da Coreia do Sul informou a parlamentares do país que o líder do país vizinho havia ordenado a execução de 15 altos funcionários que desafiaram sua autoridade.

    Tags:
    Coreia do Norte, Coreia do Sul, Kim Jong-un, Serviço Nacional de Inteligência, espionagem, execuções, calúnia maliciosa, mortes
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar