23:39 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Partidários de Mohamed Morsi durante a Primavera Árabe no Egito, em 2013

    Egito enforca partidário de presidente deposto em 2013

    © AP Photo/ Hani Mohammed
    Notícias
    URL curta
    0 41

    O Egito cumpriu neste sábado (7) a primeira sentença de morte de um partidário do ex-Presidente Mohamed Morsi, deposto em julho de 2013.

    A execução por enforcamento de Mahmoud Ramadan deve iniciar uma série de outras previstas para os que estiveram envolvidos nos confrontos violentos naquele ano. A ONU considerou sem precedentes os julgamentos sumários de centenas de partidários de Morsi.

    A primeira execução aconteceu poucos dias depois da substituição do ministro do Interior, Mohamed Ibrahim, responsável pela repressão aos que lutaram a favor do ex-presidente. O novo ocupante do cargo é Magdy Ghaffar, que terá a dura missão de pôr fim aos muitos atentados terroristas que vêm acontecendo no país desde a saída de Morsi.

    Tags:
    partidário, mohamed morsi, egito, enforcamento, pena de morte, julgamento, execução, ONU, mohamed ibrahim, magdy ghaffar, Mohamed Morsi, mahmoud ramadan, Egito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik