00:47 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, fala em uma entrevista coletiva

    Obama pede autorização para lançar ação militar contra o Estado Islâmico

    © REUTERS/ Kevin Lamarque
    Notícias
    URL curta
    0 13

    O presidente dos EUA, Barack Obama, enviará ao Congresso o rascunho de uma proposta para a resolução da guerra contra o Estado Islâmico (EI), pedindo um uso "limitado" da força americana por três anos contra o grupo militante que atua na Síria e no Iraque.

    A resolução argumenta que o Estado Islâmico representa uma "grave ameaça" aos Estados Unidos e aos seus aliados no Oriente Médio e classifica o grupo como uma organização terrorista. O texto também condena o EI por "atos desprezíveis de violência e execução em massa".

    A resolução de guerra também a cita a morte de quatro cidadãos americanos mortos pelo grupo: James Foley, Steven Sotloff, Abdul-Rahman Peter Kassig e Kayla Mueller.

    A nova resolução revogaria uma lei de 2002 que autorizou o presidente George W. Bush a invadir o Iraque. Essa lei seria substituída por uma autorização de guerra de três anos, o que permitiria aos EUA usar força militar contra o Estado Islâmico. O projeto de resolução segue agora para o Congresso, onde será apreciado por duas casas que são controladas pelos republicanos.

    fonte: Estadão Conteudo

    Mais:

    Obama pede à Alemanha benefício da dúvida sobre caso de espionagem
    Xi Jinping e Barack Obama procurarão aproximar posições
    Cerca de 20 mil estrangeiros já se juntaram ao Estado Islâmico
    Casa Branca confirma morte de americana raptada pelo Estado Islâmico
    Tags:
    Estado Islâmico, Barack Obama, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik