17:38 22 Julho 2017
Ouvir Rádio
    O ministro da Economia alemão Sigmar Gabriel fala no Fórum Econômico Mundial

    Vice-chanceler da Alemanha descarta envio de armas à Ucrânia

    © REUTERS/ Ruben Sprich
    Notícias
    URL curta
    Ucrânia: campo de batalha (286)
    0 45441

    A Alemanha não deverá fornecer armas ao exército da Ucrânia, afirmou hoje o vice-chanceler da Alemanha, Sigmar Gabriel. De acordo com ele, os alemães trabalharão para encontrar uma saída diplomática pacífica.

    "Para nós, é claro que não aprovaremos nenhum envio de armas alemãs à Ucrânia", disse Gabriel. "Para isso acontecer, eu teria que dar minha aprovação pessoal, o que não farei."

    Os comentários feitos pelo vice-chanceler acontecem em meio a especulações sobre se Washington deve ou não enviar material bélico para ajudar o exército ucraniano, que enfrenta grande ofensiva dos rebeldes separatistas.

    A Alemanha adotou uma posição pacifista no cenário externo desde a Segunda Guerra Mundial. A Constituição alemã proíbe a venda de armas para zonas de conflito. No entanto, a regra tem exceções, como em casos onde a soberania e segurança alemã estiver em perigo. Recentemente, Berlim forneceu armas e equipamento militar às tropas curdas, que combatem o grupo extremista Estado Islâmico no Iraque e Síria.

    Fonte: Estadão Conteudo

    Tema:
    Ucrânia: campo de batalha (286)

    Mais:

    Rússia nega ter havido ultimato da parte de Merkel a Putin
    União Europeia adia novas sanções contra a Rússia
    Putin: crise na Ucrânia é resultado de tentativas dos EUA de impor a sua vontade
    Exército ucraniano sofreu 45 baixas nas últimas 24h
    Tags:
    Sigmar Gabriel, Rússia, Ucrânia, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik