Bandeira com retrato de Jair Bolsonaro (PSL), 28 de outubro de 2018

Líderes mundiais parabenizam Brasil pela eleição que levou Bolsonaro à presidência

© REUTERS / Nacho Doce
Notícias
URL curta
154014

Líderes mundiais felicitaram o recém-eleito presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, após o anúncio dos resultados oficiais das eleições do país. Ele recebeu 55,1% dos votos, enquanto seu rival esquerdista, Fernando Haddad, obteve 44,9%.

O novo líder brasileiro, que assumirá seu cargo no dia 1º de janeiro de 2019, declarou em transmissão ao vivo feita via rede social, que alguns líderes o ligaram, entre eles o presidente dos EUA, que "desejou boa sorte".

Além disso, Bolsonaro twittou sobre as felicitações, e expressou o desejo em aproximar ambas as nações.

Durante declaração a repórteres na segunda-feira (29), a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, informou que Trump telefonou para o líder recém-eleito, parabenizando tanto Jair Bolsonaro como o povo do Brasil pelas eleições.

Jair Bolsonaro em lançamento de sua candidatura pelo PSL
Fotos Públicas / Fernando Frazão
"Ambos expressaram o forte compromisso de trabalhar lado a lado para melhorar a vida das pessoas dos Estados Unidos e do Brasil e, como líderes regionais, as vidas das Américas", declarou Sanders.

Durante a campanha, o candidato de direita criticou em várias ocasiões os governos do Partido dos Trabalhadores (PT) dizendo que eles orientaram a política externa do Brasil ao se aproximarem dos países com base em sua afinidade com os governos de esquerda.

Parabéns a Jair Bolsonaro pelo triunfo no Brasil! Desejo que trabalhemos juntos em breve pela relação entre nossos países e o bem-estar de argentinos e brasileiros

Já o líder do México, Enrique Peña Nieto, parabenizou o novo presidente brasileiro, ressaltando o "dia exemplar" de votação.

Em nome do povo e do Governo do México, parabenizo Jair Bolsonaro por sua eleição como Presidente da República Federativa do Brasil em um dia exemplar que reflete a força democrática desse país.

Mais felicitações vieram do secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro.

​Enquanto o presidente do Chile, Sebastián Piñera, convidou Bolsonaro para trabalhar pela integração dos povos.

Felicito o povo brasileiro por uma eleição limpa e democrática. Felicito Jair Bolsonaro pelo seu grande triunfo eleitoral. Convido-o a visitar o Chile e tenho a certeza de que trabalharemos com vontade, força e visão para o futuro em prol do bem-estar dos nossos povos e da integração.

Em nota divulgada por Caracas, o governo da Venezuela exorta Bolsonaro a buscar relações diplomáticas de "respeito, harmonia, progresso e integração regional, para o bem-estar" dos povos.

O texto ainda afirma que o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, "estende seus sinceros parabéns ao povo da República Federativa do Brasil, por ocasião da celebração cívica do segundo turno das eleições".

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, convidou o novo líder brasileiro para trabalhar no fortalecimento das instituições da região.

Muitas felicitações ao povo do Brasil e a seu presidente eleito Jair Bolsonaro por essa eleição! Queremos trabalhar juntos por democracias mais fortes na região, com instituições fortalecidas e buscando sempre a prosperidade de nossos povos!

Através de um comunicado do Ministério das Relações Exteriores da Colômbia, o governo colombiano destacou a relação entre os dois países, o que, segundo ele, "tem sido caracterizada por uma cooperação bem-sucedida e de estreitas relações […] em termos de diálogo político, comercial e de investimento".

Mais:

Eleição de Bolsonaro trará enfrentamentos sociais, diz cientista político
Vitória de Bolsonaro e reforço de policiamento marcam 2º turno em Lisboa (FOTOS)
Ameaçado de prisão, Roger Waters se coloca contra Bolsonaro em show de Curitiba (VÍDEO)
Datafolha: Bolsonaro tem 55% e Haddad 45%
'Manipulação': Joaquim Barbosa rebate Bolsonaro sobre Mensalão
Tags:
votos, vitória, presidente, votação, Eleições 2018, Sebastián Piñera, Jair Bolsonaro, Mauricio Macri, Donald Trump, Nicolás Maduro, Brasil
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik