Ronaldinho cobra falta em amistoso da seleção brasileira contra Gana, em 2011.

Ronaldinho Gaúcho e Rivaldo estão em maus lençóis no Barcelona por apoiar Bolsonaro

© AP Photo / Sang Tan
Notícias
URL curta
152614

O apoio de Ronaldinho Gaúcho à candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) não agradou Barcelona. Segundo o jornal Sport, o clube já avisou que vai repensar a relação com o jogador, que é embaixador do clube e participa da equipe de veteranos do Barça.

As relações entre Ronaldinho e o clube começaram a azedar depois da publicação do jogador, em sua conta no Instagram, de uma foto com a legenda 17, referente ao candidato do PSL, no dia 7 de outubro - dia da votação do Primeiro Turno. A assessoria de imprensa do Barcelona foi invadida por muitos e-mail com críticas, e não era só de brasileiros.

A direção então decidiu suspender a publicação de todos os conteúdos com o jogador nas redes sociais da entidade. 

Segundo a imprensa, uma decisão final ainda não foi tomada, mas o calendário de atividades do jogador será reduzido. 

Em março deste ano, o ex-jogador de futebol e campeão mundial de 2002 filiou-se ao Partido Republicano Brasileiro (PRB), sigla ligada à Igreja Universal do Reino de Deus e responsável por eleger o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

Outro astro também teve sua relação com o Barcelona comprometida em função do apoio ao Bolsonaro - Rivaldo. 

O porta-voz do Barcelona, Josep Vives, reconheceu para a imprensa que "os valores de Bolsonaro não correspondem aos do clube". Por respeito à liberdade de expressão, o Barça não vai romper ainda as relações com os ex-jogadores, mas "promete observar atentamente a evolução do caso para tomar decisões que considere convenientes".

Mais:

Ex-líder da KKK elogia Bolsonaro: 'ele soa como nós'
TSE ordena que Facebook e YouTube retirem do ar notícias falsas de Bolsonaro
Carlos Marun, homem forte de Temer, declara apoio a Jair Bolsonaro
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik