Marine Le Pen, candidata presidencial francesa

Em entrevista, Marine Le Pen critica Bolsonaro

© AFP 2018 / Charly Triballeau
Notícias
URL curta
212313

A líder da Frente Nacional, partido da direita francesa, afirmou nesta quinta-feira (11) que Jair Bolsonaro diz coisas desagradáveis, e afastou-se do discurso do ex-capitão do Exército.

A entrevista foi feita no canal de TV France 2 para o programa 4 verdades de Carolina Roux. Quando questionada se torcia pela vitória de Bolsonaro, ela afirmou que respeita a soberania do Brasil e a escolha que desejarem fazer.

Ela ainda afirmou que acredita que o sucesso de Bolsonaro no primeiro turno foi baseado no fato de sua campanha focar em temas como segurança e corrupção. Le Pen citou os dados do número de homicídios no Brasil, cerca de 60 mil por ano, comparando com os 700 na França.

Para ela, o grande número de votos em Bolsonaro no domingo (7) foi uma reação da população brasileira à insegurança no país.

A entrevistadora ainda questiona Le Pen sobre o fato de ele ter afirmado que preferia os filhos mortos ao invés de homossexuais e que mulheres grávidas são um peso no orçamento de empresas.

"Não vejo o senhor Bolsonaro como um candidato de extrema direita, ele diz coisas extremamente desagradáveis que são intransponíveis na França, são culturas diferentes", afirmou.

Mais:

Partido de Marine Le Pen tem recursos congelados e pode deixar de existir
De olho nos votos, 'Frente Nacional' de Marine Le Pen decide mudar de nome
Marine Le Pen: Sarkozy é responsável pela destruição da Líbia e crise de refugiados
Derrotada nas eleições, Marine Le Pen agora quer mudar o nome da Frente Nacional
Tags:
eleições 2018, France 2, Carolina Roux, Marine Le Pen, Brasil, França
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik