Fundador do Facebook, Mark Zuckerberg em Berlim (foto de arquivo)

Facebook monta 'sala de guerra' para enfrentar interferência nas eleições no Brasil

© AP Photo / Kay Nietfeld
Notícias
URL curta
145

A sede do Facebook terá uma "sala de guerra" para enfrentar "em tempo real" as tentativas de manipulação das eleições no Brasil, informou AFP.

"Estamos preparando um 'war room' em Menlo Park (ao sul de San Francisco) para as eleições no Brasil e nos Estados Unidos", disse à AFP Samidh Chakrabarti, responsável pelas "eleições e compromisso cívico" durante uma teleconferência sobre o trabalho da rede social para evitar manipulação política na plataforma.

"Servirá como um centro de comando para poder tomar decisões em tempo real".

Facebook recebeu muitas críticas nos últimos dois anos por não ter enfrentado a desinformação em sua rede, inclusive durante as eleições presidenciais dos EUA, em 2016.

A "sala de guerra" deverá estar operacional para a eleição no Brasil, em 7 de outubro. Já as eleições de meio de mandato nos Estados Unidos estão previstas para 6 de novembro.

A "sala de guerra" é a última iniciativa para combater os esquemas destinados a confundir eleitores e uma enxurrada de mentiras e campanhas de difamação para direcionar os votos, destacou Facebook.

Segundo o presidente e fundador da rede social, Mark Zuckerberg, Facebook está mais bem preparado para combater as tentativas de manipular a plataforma para influenciar eleições.

"Identificamos e eliminamos contas falsas antes das eleições na França, Alemanha, Alabama (EUA), México e Brasil," declarou Zuckerberg na semana passada.

"Conseguimos encontrar e impedir campanhas externas de ingerência a partir da Rússia e Irã que pretendiam interferir nos Estados Unidos, Reino Unido, Oriente Médio e outros lugares, assim como grupos no México e Brasil ativos no próprio país".

Facebook informou ter bloqueado cerca de 1,3 bilhão de contas falsas entre março e outubro do ano passado.

Mais:

TSE multa Facebook por descumprir ordem judicial
Facebook abre registro para candidatos que desejam pagar anúncios
Facebook pode saber quanto dinheiro temos
Departamento de Estado dos EUA elogia proibição do Facebook a páginas 'não autênticas'
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik