05:56 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    0 51
    Nos siga no

    Estudante foi picada ao sair de férias para comemoração. Dias antes, órgão dedicado ao estudo de aranhas havia noticiado "grande aumento" de avistamentos de todas as espécies de aranhas na região.

    Ao sair de viagem em um trailer com uma amiga para comemorar o término da faculdade, a estudante Abby Tannetta, de 18 anos, foi picada por uma aranha do gênero Steatoda nobilis, conhecida popularmente como falsa-viúva-negra no Parque Cardigan Bay Holiday, no País de Gales, Reino Unido, segundo o Daily Mail.

    A estudante conta que após adormecer no trailer, quando acordou, sentiu uma dor aguda no braço e avistou uma aranha gigante ao seu lado.

    "Acordei com uma dor aguda que me tirou o sono, olhei ao meu lado e vi uma aranha gigante fugindo da cama. Estava muito dolorido e só piorou. Ficou maior, estava muito vermelho, coçava e doía tanto que eu não conseguia mexer o braço ou dormir de lado", contou a estudante.

    Após ser picada, Tannetta começou a tomar anti-histamínicos para combater qualquer infecção remanescente, mas o caroço sob o braço continuou a crescer, levando a estudante a dizer que se parecia com "um caroço do tamanho de uma bola de golfe".

    Aluna de 18 anos saiu lutando por sua vida depois que a venenosa aranha 'falsa-viúva-negra' a picou enquanto ela dormia

    Em seguida, Tanetta resolveu ir ao hospital. Quando lá chegou, ao ver a situação da picada, os médicos lhe encaminharam imediatamente para sala de cirurgia, depois que temeram que a estudante pudesse contrair sepse se a infecção não fosse controlada. 

    "Quando fui para o hospital, eu não conseguia respirar, então usei uma máscara de oxigênio e ouvi os médicos dizendo 'meu Deus, ela está realmente muito mal'. Sentia calor, fraqueza e minha pressão arterial e frequência cardíaca estavam muito altas. […] Os médicos disseram que eu precisava de uma cirurgia. […] Não gosto de sangue ou agulhas e fiquei com muito medo, mas disseram que poderia virar sepse se esperássemos muito", relatou a estudante.

    Tannetta recebeu anestesia geral para a cirurgia, para que os médicos pudessem drenar a área infectada e remover o caroço.

    De acordo com a mídia, o incidente com a estudante aconteceu poucos dias após a Sociedade Aracnológica Britânica (BAS, na sigla em inglês) relatar um "grande aumento" de avistamentos de todas as espécies de aranhas, incluindo a falsa-viúvas-negras venenosa.

    Aranha da espécie falsa-viúva-negra (imagem de arquivo)
    Aranha da espécie falsa-viúva-negra (imagem de arquivo)

    Após sair do hospital, desde então, Tanetta tem uma enfermeira indo a sua casa todos os dias para remendar o ferimento.

    "A dor está muito melhor agora. Depois da cirurgia, senti como se tivesse sido esfaqueada, mas agora estou apenas desconfortável. Foi uma ferida aberta e tão profunda no meu corpo que chegou a cerca de quatro centímetros de profundidade após a cirurgia", relatou a jovem.

    Mais:

    Unidas em veneno: cientistas registram centenas de casos de aranhas matando serpentes (VÍDEO)
    Nova espécie de aranha recebe nome de herói indiano morto com 23 tiros por terrorista (FOTOS)
    IMAGENS 'apocalípticas' mostram teias de aranha cobrindo vastas áreas da Austrália após inundações
    Tags:
    hospital, braço, Reino Unido, picada, aranhas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar