18:59 14 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Mundo insólito
    URL curta
    240
    Nos siga no

    Porta-voz da operadora de Internet afirmou que a situação era "muito bizarra e exclusivamente canadense", e que as equipes descobriram que os castores mastigaram o cabo em vários pontos.

    Castores deixaram cerca de 900 clientes de uma operadora de Internet na pequena cidade canadense de Tumbler Ridge, que possui uma população de duas mil pessoas, sem sinal após roerem cabos de fibra óptica.

    "Nossa equipe localizou uma represa próxima e parece que os castores cavaram no subsolo ao longo do riacho para alcançar nosso cabo, que está enterrado a cerca de um metro de profundidade e protegido por um eletroduto de 11,4 centímetros de espessura. Os castores primeiro mastigaram o eletroduto antes de mastigarem o cabo em vários locais", afirmou em comunicado Liz Sauvé, porta-voz da operada Telus, citada pela emissora canadense CBC no domingo (25).

    Sauvé acrescentou que a situação era "muito bizarra e exclusivamente canadense", e que as equipes descobriram que os castores mastigaram o cabo em vários pontos, fazendo com que a Internet caísse no sábado (24).

    Os castores aparentemente estavam procurando material para construir uma casa. Sauvé compartilhou a foto abaixo com a mídia, explicando que a imagem mostra uma fita de marcação de fibra, geralmente enterrada no subsolo, no topo da barragem.

    O comunicado conclui dizendo que as condições eram desafiadoras porque o solo acima do cabo está parcialmente congelado. A empresa informou que restaurou totalmente o serviço ainda no domingo (25).

    Mais:

    'Cabos de fibra ótica são vitais para a Internet hoje em dia', avalia engenheiro
    Internet do futuro: cientistas fazem teletransporte quântico de dados pela 1ª vez a longa distância
    Nova era da Internet: cientistas transmitem informações quânticas usando drones
    Da chegada da empresa de Musk à espera por 5G: especialistas analisam momento da Internet portuguesa
    Tags:
    animal, cabos, Canadá, Internet, Internet
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar